Os portugueses regressaram em força aos respetivos campeonatos depois de viajaram até Portugal para os compromissos da seleção nacional.

O principal destaque dos jogos deste fim-de-semana vai para Cristiano Ronaldo, que marcou pela Juventus, para Bernardo Silva, que fez uma assistência pelo Manchester City, e para Gonçalo Paciência, que 'bisou' pelo Eintracht Frankfurt.

La Liga

Em Espanha, o holandês Luuk de Jong marcou hoje, aos 86 minutos, o único golo da vitória caseira do Sevilha frente ao Levante, no jogo que encerrou a nona jornada da Liga espanhola de futebol, com a ausência, por lesão, do ‘capitão’ Daniel Carriço, com o luso a falhar o jogo devido a uma entorse no tornozelo direito.

A partida foi marcada pelo desperdício de oportunidades de golo por parte dos avançados do Sevilha, que deixou Rony Lopes no banco.

A Real Sociedad acentuou a crise do Bétis ao vencer por 3-1, empurrando os sevilhanos para a zona de despromoção, também sem o lesionado William Carvalho.

Um ‘bis’ de Ángel deu a vitória ao Getafe, sem Antunes (lesionado), na receção ao Leganés, que deixou Kevin Rodrigues no banco, com os madrilenos a subirem ao sexto posto, com 13 pontos, enquanto a outra formação dos arredores de Madrid é 20.ª e última, com apenas dois pontos.

João Félix saiu lesionado aos 78 minutos no empate a uma bola do Atlético de Madrid, na receção ao Valência, e deixou a equipa ‘colchonera’ a jogar com 10 até ao final do encontro, em que um primeiro golo de Diego Costa foi anulado por um tento de Dani Parejo.

O avançado internacional português sofreu uma entorse de grau II no tornozelo direito e deve parar entre duas a três semanas.

Do lado do clube ‘che’, o empate vale o 13.º ponto na campanha, num encontro em que Gonçalo Guedes esteve de fora, lesionado, e Thierry Correia foi suplente não utilizado.

Já o Barcelona venceu na visita ao Eibar, por 3-0, num jogo em que os golos pertenceram ao ‘tridente’ ofensivo Griezmann, Messi e Luís Suárez.

Com Nelson Semedo no banco, entrou na segunda parte para o lugar de Sergi Roberto, Griezmann desbloqueou cedo o marcador – num terreno em que o ‘Barça’ tinha empatado na última época -, ao marcar logo aos 13 minutos.

Uma transição rápida permitiu ao reforço internacional francês fugir pelo lado esquerdo do ataque, deixando para trás a defesa do Eibar, na qual Paulo Oliveira se manteve a titular no eixo, e surgir na cara do guarda-redes.

O destaque dos portugueses na liga espanhola vai para o central Domingos Duarte que deu a vitória (1-0) ao Granada sobre o Osasuna, reforçando o estatuto de equipa sensação do campeonato.

O golo que decidiu a partida foi marcado pelo ex-central do Sporting, aos 38 minutos, na sequência de um livre do flanco esquerdo do seu ataque, ao qual Domingos Duarte correspondeu com uma cabeçada para o fundo das redes.

Premier League

Em Inglaterra, o Everton, treinado pelo português Marco Silva, venceu, este sábado, o West Ham por 2-0, em jogo da nona jornada da Premier League. O Everton vinha de dois desaires consecutivos no campeonato inglês, com Burnley (0-1) e Manchester City (1-3), e com esta vitória deixa a zona de despromoção.

André Gomes foi titular na equipa de Marco Silva e jogou todo o encontro. Já o Leicester, com Ricardo Pereira a titular, venceu em casa o Burnley (2-1).

O Wolverhampton, a realizar um campeonato aquém do que fez na última época, em que foi sétimo, empatou na receção ao Southampton (1-1).

Um erro da defesa, numa má abordagem à bola, deixou Ings com caminho aberto para bater Rui Patrício, aos 53 minutos, num jogo em que Raul Jiménez empatou aos 61 e evitou males maiores para a equipa de Nuno Espírito Santo.

Nos ‘Wolves’, adversários do Sporting de Braga na Liga Europa, além de Patrício, Rúben Neves e João Moutinho, foram titulares, e Diogo Jota entrou aos 62, enquanto no Southampton Cédric Soares nem convocado foi, devido a lesão do defesa luso.

O Manchester City voltou aos triunfos e recuperou a vice-liderança na Liga inglesa de futebol, ao vencer fora o Crystal Palace, por 2-0, no jogo que fechou os duelos de sábado na ‘Premier’.

Com os dois internacionais portugueses João Cancelo e Bernardo Silva em campo, foi o regresso à normalidade dos ‘citizens’ e, no espaço de dois minutos, chegou ao triunfo: Bernardo Silva cruzou para o 1-0 de Gabriel Jesus, aos 39 minutos, e David Silva, assistido por Sterling, fez o 2-0, aos 41.

Bundesliga

Na Alemanha, o Eintracht Frankfurt venceu hoje na receção ao Bayer Leverkusen por 3-0, em jogo da oitava jornada da Liga alemã de futebol, com dois golos do ponta de lança português Gonçalo Paciência, considerado o homem do jogo.

Foi a primeira vez que Paciência marcou dois golos na 'Bundesliga', o primeiro deles logo aos quatro minutos, ao ‘furar’ entre os dois centrais do Bayer Leverkusen, servido por Danny da Costa, para bater o guardião visitante.

Aos 17 minutos, Paciência voltou a marcar, desta vez de penálti, num lance em que foi ele próprio a estar na origem do castigo máximo, quando um defesa do Bayer intercetou com a mão a bola rematada pelo avançado português.

De resto, na segunda parte, Paciência voltou a estar em foco, ao assistir o ex-ponta de lança do Sporting Bas Dost para aquele que seria o terceiro golo, mas foi anulado por posição irregular do holandês, que viria também a ‘faturar’ aos 80 minutos, após assistência do sérvio Kostic.

O internacional português André Silva, que esteve ao serviço da seleção portuguesa nos jogos com Luxemburgo e Ucrânia, do grupo B da fase de qualificação para o Euro2020, nem sequer foi convocado pelo técnico do Eintracht Frankfurt.

Já um golo de Marco Réus, aos 58 minutos, deu um importante triunfo ao Borussia Dortmund frente ao Borussia Moenchengladbach, e a recuperação para as equipas da frente na Liga alemã de futebol.

Depois de três empates consecutivos, o triunfo de hoje do Dortmund, sem que Raphael Guerreiro saísse do banco, permitiu que a equipa ganhasse pontos a Moenchengladbach (primeiro), Wolfsburgo (segundo) e Bayern Munique (terceiro), que não venceram.

Ligue 1

Em França, o Lyon, que na quarta-feira joga com o Benfica em Lisboa para a Liga dos Campeões, continua sem conseguir 'encontrar-se' na Liga francesa de futebol, tendo empatado 0-0 em casa com o Dijon.

Este foi o nono jogo consecutivo sem vencer para o campeonato gaulês, numa sequência que só não é pior porque, pelo meio, está uma vitória em Leipzig e um empate com o Zenit, para a Liga dos Campeões. O guarda-redes Anthony Lopes, internacional português, voltou a ser titular pela formação do Lyon.

Já José Fonte fez o golo do Lille, já em tempo de descontos, na derrota por 2-1 com o Toulouse, numa partida em que também Xeka foi titular. Tiago Djaló foi suplente não utilizado.

Melhor sorte teve Leonardo Jardim quando o internacional francês Ben Yedder deu já nos descontos a vitória ao Mónaco em casa frente ao Rennes, por 3-2.

Foi preciso esperar pelos descontos, aos 90+3, para os monegascos, com Gil Dias e Adrien Silva a titulares, celebrarem a vitória, sem Gelson Martins, castigado.

Um pouco antes, também em jogo da 10.ª jornada da ‘Ligue 1’, o Bordéus, de Paulo Sousa, perdeu em casa com o Saint-Étienne, por 1-0.

Já o Marselha, treinado pelo português André Villas-Boas, regressou às vitórias na receção ao Estrasburgo (2-0). O defesa Kamara, aos três minutos, a passe de Strootman após um livre, e o próprio médio holandês, na conversão de um penálti, aos 90+4, a penalizar falta sobre o argentino Benedetto, fizeram os golos da equipa do técnico luso.

Os marselheses não venciam desde 15 de setembro, há quatro rondas da ‘Ligue 1’, mas, frente ao 20.º e último posicionado do campeonato conseguiram triunfar, numa vitória que os eleva ao quarto lugar, aproveitando a derrota do Angers com o Brest (1-0), no sábado, e do Bordéus de Paulo Sousa com o Saint-Étienne (1-0).

Serie A

Em Itália, o português Cristiano Ronaldo marcou o primeiro golo da vitória da Juventus frente ao Bolonha (2-1), em jogo da oitava jornada da Liga italiana de futebol, que a campeã em título lidera.

Ronaldo marcou após ter recuperado uma bola, rematando rasteiro e entre o poste e o guarda-redes Skorupski, aos 19 minutos, antes de o brasileiro Danilo igualar, aos 26.

Já a Roma, sem Paulo Fonseca no banco, voltou a perder pontos na Série A italiana de futebol, ao empatar fora sem golos com a Sampdoria, que estreou Claudio Ranieri à frente da equipa.

Paulo Fonseca deu o lugar no banco ao adjunto Nuno Campos, por estar suspenso devido à expulsão no jogo com o Cagliari, da anterior ronda e em que também viu os romanos empatarem (1-1), deixando críticas à arbitragem.

Também o AC Milan prosseguiu o seu mau momento e empatou em casa com o Lecce, por 2-2, no que foi a estreia do treinador Stefano Pioli. Rafael Leão foi titular na equipa de Milão, para sair aos 67 minutos e permitir a entrada de Piatek.

Os treinadores

Na Grécia, o Olympiacos, treinado pelo português Pedro Martins, venceu em casa o OFI Creta por 2-1, em jogo da sétima jornada da Liga grega de futebol, reforçando a liderança da prova.

Um bis de Soudani, no primeiro golo assistido por Daniel Podence, chegou para a vitória da equipa do Pireu, ainda que Nabi tivesse empatado pelo meio na visita à equipa de Pedro Martins, que lançou José Sá, Ruben Semedo e Podence no ‘onze’ inicial.

Com 19 pontos e ainda sem perder, o Olympiacos é líder e tem mais quatro pontos que o Xanthi, com menos um jogo, enquanto o OFI, com Lisandro Semedo a titular e Ricardo Vaz como suplente utilizado, continua com 13.

Também o PAOK de Salónica, treinado pelo português Abel Ferreira, derrotou por 3-0 o Lamia, o que lhe permitiu subir ao segundo lugar da classificação. Vieirinha foi o único português em ação, tendo entrado aos 84 minutos para o lugar de Limnios.

O PAOK passa na tabela o Xanthi, que mantém os 15 pontos após perder em casa com o Aris de Salónica - o único golo do jogo foi anotado pelo português Bruno Gama, de grande penalidade, logo no terceiro minuto.

Já na Ucrânia, o Shakhtar Donetsk, treinado pelo português Luís Castro, deu sequência à caminhada imparável na Liga ucraniana de futebol, ao golear por 6-0 o Kolos Kovalivka, em jogo da 11.ª jornada.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.