Inglaterra

O Tottenham, de José Mourinho, sofreu para vencer o modesto Brighton & Hove Albion por tangencial 2-1, suficiente para se isolar no segundo lugar da Liga inglesa de futebol, à sétima jornada.

O Everton, de André Gomes, perdeu por 2-1 na visita ao Newcastle e caiu para o trio de segundos classificados, a três pontos do Liverpool. O campeão inglês deu a volta ao West Ham, ganhando em casa por 2-1, com o tento decisivo apontado por Diogo Jota, aos 85 minutos.

O Arsenal quebrou um enguiço de 14 anos sem vencer o Manchester United em Old Trafford, impondo-se em casa do rival por 1-0. Bruno Fernandes era impotente para contrariar uma equipa que poucas oportunidades concedia e foi substituído aos 75 minutos, enquanto Cédric não entrou nas opções de Mikel Arteta.

O melhor que o Machester United fez foi já aos 85 minutos, quando uma tentativa de corte de Elneny foi ao rosto do guarda-redes Leno e depois ao poste, gorando-se o empate.

O futebolista internacional português Diogo Jota ‘saltou’ hoje do banco para dar a vitória ao Liverpool frente ao West Ham, por 2-1, num jogo em que os ‘reds’ estiveram a perder.

O treinador Jürgen Klopp não deu desta vez a titularidade ao avançado português, que tinha entrado de início e marcado nos dois últimos jogos, com Sheffield United (2-1) e Midtjylland (2-0), mas recorreu a Diogo Jota para dar poder de fogo à equipa.

O Manchester City venceu fora o Sheffield United, com golo de Kyle Walker, num jogo em que João Cancelo, Rúben Dias e Bernardo Silva foram titulares nos ‘citizens’.

Alemanha

Raphael Guerreiro começou no banco e entrou no Borussia Dortmund somente aos 75 minutos, altura em que o central Mats Hummels já tinha feito o resultado, bisando com golos aos 53 e 71 minutos, em casa do Arminia Bielefeld. O Borussia venceu por 2-0.

André Silva marcou, aos 65 minutos, o golo que permitiu ao Eintracht Frankfurt evitar derrota caseira ante o Werder Bremen, que se tinha adiantado aos 51 minutos, com tento do norte-americano Joshua Sargent. Empate a um golo entre os emblemas de Frankfurt e Bremen.

França

O Lille cedeu um empate no seu terreno ao Lyon, a um golo, deixando assim a liderança isolada da Liga francesa de futebol para o campeão Paris Saint-Germain (PSG).

O Lille teve tudo para ganhar a partida na segunda parte, já que jogou 40 minutos contra 10, depois da expulsão do lateral brasileiro Marcelo. Assim não aconteceu, muito por mérito de mais uma grande exibição do guarda-redes português Anthony Lopes.

O PSG anotou a sua sétima vitória consecutiva, com o 3-0 conseguido na deslocação a Nantes. Quem 'pegou' bem na equipa foi o português Danilo, mais uma vez titular, uma situação que tem sido a regra desde que chegou à equipa, há menos de um mês.

Itália

O Sassuolo surpreendeu com triunfo por 2-0 em casa do Nápoles, destronando-o do segundo lugar, numa sexta jornada da Liga italiana de futebol. A equipa de Mário Rui foi impotente frente a um rival que marcou por Manuel Locatelli, aos 58 minutos, de penálti, com o francês Maxime Lopez a sentenciar o encontro já nos descontos, aos 90+5.

A AS Roma venceu a Fiorentina por 2-0. A equipa liderada por Paulo Fonseca adiantou-se ao clube de Florença pelo lateral Spinazzola, aos 12 minutos, e, aos 70, sentenciou pelo espanhol Pedro.

A Sampdória, com Adrien Silva a entrar em campo aos 66 minutos, foi travada em casa pelo Génova, empatando 1-1 e caindo para oitavo, com 10 pontos.

Horas antes, e mais de duas semanas depois de ter tido um resultado positivo à covid-19, Cristiano Ronaldo regressou aos relvados para ‘embalar’ a campeã Juventus para uma goleada em Spezia (4-1), com um ‘bis’ do futebolista português.

O internacional luso, que tinha entrado em quarentena em 13 de outubro, quando ainda estava ao serviço da seleção portuguesa, regressou apenas hoje e nem foi titular no jogo da Liga italiana, entrando apenas na segunda parte, aos 59 minutos, quando o resultado estava 1-1.

O português marcou apenas três minutos depois de entrar, fintando o guarda-redes contrário, Rabiot aumentou para 3-1, e Cristiano fixou o resultado na conversão de uma grande penalidade ‘à panenka’, aos 76, picando a bola desde a marca dos 11 metros.

Ainda mais cedo, o AC Milan tinha segurado a liderança na Serie A, com Rafael Leão de início e Diogo Dalot já na segunda parte, mas no qual a ‘estrela’ foi o sueco Zlatan Ibrahimovic, ao assistir e marcar no triunfo por 2-1 em casa da Udinese.

O Atalanta venceu por 2-1 o Crotone, clube em que milita o português Pedro Pereira.

Espanha

William Carvalho entrou somente aos 65 minutos no êxito do Bétis por 3-1 sobre o Elche – os andaluzes ainda falharam um penálti – e são sétimos com 12 pontos, mais dois do que o rival.

A boa carreira do Granada foi travada pelo Levante (1-1), que aproveitou o facto de jogar com um atleta a mais desde os 16 minutos, por expulsão, direta, do médio francês Gonalons.

Com Rui Silva e Domingos Duarte no onze, e Andorinha no banco, o Granada adiantou-se no marcador com golo do venezuelano Darwin Machis, aos oito minutos, porém, o português Rúben Vezo faria o empate definitivo, aos 34 minutos.

O português Thierry Correia foi titular no Valência – Gonçalo Guedes esteve no banco – ante o Getafe e acabou expulso aos 56 minutos, por acumulação de cartões amarelos, condicionando a estratégia do treinador Javi Gracia.

O Barcelona, demasiado perdulário, voltou hoje a perder pontos na Liga espanhola de futebol, empatando 1-1 em casa do Alavés, em jogo oitava jornada da prova, ficando cada vez mais longe do líder Real Madrid.

Ao intervalo, Trincão substituiu Dembélé no Barcelona e, aos 58, Tomás Tavares estreou-se no Alavés, que, aos 62, ficou reduzido a 10 elementos por expulsão, por acumulação de cartões amarelos, de Jota Peleteiro.

Horas antes, o português João Félix bisou no triunfo do Atlético de Madrid por 3-1 na visita ao Osasuna, que permitiu aos ‘colchoneros’ subir provisoriamente ao segundo lugar.

Primeiro, aos 43 minutos, o antigo jogador do Benfica converteu a grande penalidade que castigou um empurrão pelas costas do argentino Facundo Roncaglia a Vitolo: aos 48, novo penálti, por mão, involuntária, de Oier, mas o remate de Félix foi devolvido pelo poste.

Resto da Europa

Jorge Costa conseguiu a sua primeira vitória na liga romena de futebol pelo Gaz Metan, que foi a Cluj impor-se por 2-1 à sua antiga formação.

O treinador português, de 48 anos, chegou em setembro a ser anunciado como novo selecionador da Guiné Equatorial, mas acabou há um mês por optar por um regresso à Roménia, onde, em 2011/12, esteve à frente do CFR Cluj.

O AEK de Atenas, adversário do Sporting de Braga na Liga Europa de futebol, deu a volta ao golo inaugural do português Sturgeon, para vencer o OFI Creta por 2-1.

Paulinho e Hélder Lopes foram titulares no AEK, que é terceiro classificado, com 13 pontos em seis jogos, os mesmos do campeão Olympiacos, de Pedro Martins, rival do FC Porto na Liga dos Campeões, e que tem um encontro a menos.

O Olympiacos, de Pedro Martins e adversário do FC Porto na Liga dos Campeões de futebol, venceu o Smyrnis, com um ‘bis’ do avançado internacional marroquino Hassan.

O ex-jogador do Sporting de Braga deu a vitória à equipa do Pireu com golos aos 65 e 72 minutos, num jogo em que os portugueses José Sá, Rúben Vinagre, Pepe Rodrigues e Bruma foram titulares.

No banco, Pedro Martins tinha ainda o central internacional português Rúben Semedo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.