A cada dia que passa, a novela Ronaldo ganha contornos novos. Se no início da semana, o jornal a Marca anunciava que Ronaldo ia poder jogar ante o Atlético de Madrid, hoje, e pela Selecção, horas depois o Real Madrid anunciava que não.

Na quarta-feira, Ronaldo esteve na Holanda para exames médicos e no final a equipa merengue publicou, no seu site oficial na internet, que o jogador luso estaria em repouso absoluto durante 15 dias.

Ao que parece, ontem o repouso absoluto foi substituído por treino de reabilitação na piscina e corrida na Cidade Desportiva do Real Madrid. Perante estes novos dados, Carlos Queiroz vai convocar Ronaldo e, após uma avaliação pelo departamento técnico da Selecção, logo se verá se joga ou não.

Ronaldo lesionou-se a 30 de Setembro, no jogo da Liga dos Campeões frente ao Marselha, que os merengues venceram por 3-0, com um “bis” de Ronaldo, e ressentiu-se da lesão no jogo Portugal-Hungria, no estádio da Luz, estando totalmente fora de competição desde esse dia.

O “autor” da lesão no tornozelo esquerdo do jogador português, o defesa do Marselha, Diawara, disse, ontem, que “o jogo é assim, não teria dúvidas em fazê-lo outra vez”, frisando que é “duro e rápido na entrada”, mas “as imagens de televisão mostram que há um toque na bola”.

Esta noite joga-se em Madrid um sempre quente Atlético-Real, no Vicente Calderón, mesmo com a equipa "colchonera" nos últimos lugares da liga espanhola e os merengues sem Ronaldo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.