A violenta entrada de que Ronaldo foi alvo no jogo com o Marselha, na passada quarta-feira, para a Liga dos Campeões, deixou não só dolorosas marcas físicas no jogador do Real Madrid, como também lhe adensou o receio de uma lesão grave no futuro próximo.

"Um dia destes partem-me uma perna", terá confessado o avançado português à sua família, numa declaração citada pelo jornal espanhol AS.

O avançado português viu ser diagnosticada uma artrite traumática com edema no astrágalo (osso situado na parte média do tarso) e ainda uma entorse de grau 1 no ligamento lateral interno do tornozelo direito, segundo adiantou ontem o departamento médico dos merengues.

E apesar do optimismo de Ronaldo, o jogador poderá não ser opção para o técnico Manuel Pellegrini no jogo com o Sevilha, no domingo, a contar para a sexta jornada da Liga espanhola.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.