O treinador, Ricardo Sá Pinto, saiu satisfeito com a exibição dos seus jogadores e até confiante para o jogo da segunda mão a disputar na próxima semana na Ucrânia. O único senão foi o golo sofrido sobre o apito final do encontro.

«Fizemos primeira parte mais táctica, mais em contenção. Soubemos ser pacientes. Na segunda parte, subimos as linhas, pressionámos alto e fizemos segunda parte de grande qualidade, à Sporting.

Fomos superiores e com calma podíamos ter feito o terceiro golo. Vamos otimistas para a segunda mão.Com esta equipa é até ao fim. O Metalist tem qualidade do meio-campo para a frente».