André Villas-Boas assumiu, em entrevista ao canal RMC, que sonha um dia assumir a presidência do FC Porto.

"Não vou continuar a treinar por muitos mais anos. Penso parar aos 45 anos. Tenho outras ambições, também no mundo do futebol, na gestão. Tenho o pequeno sonho de um dia me tornar presidente do FC Porto.", começou por dizer.

Por fim, o técnico explicou as razões que o levaram a sair do FC Porto, depois de uma época triunfante.

"Eu não existia para a minha família. Era treinador do FC Porto 24 horas por dia e passava noites sem dormir. Essa pressão foi um pouco a razão da minha saída. Estava muito cansado, recordou".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.