O Palmeiras de Abel Ferreira suspendeu hoje Patrick de Paula por o futebolista ter participado numa festa clandestina, apesar das restrições vigentes no Brasil devido à pandemia de covid-19.

“Lamentavelmente, o Palmeiras enfrenta um novo caso de incumprimento do protocolo sanitário por parte de um dos seus desportistas. Desta vez o episódio implicou Patrick de Paula”, denunciou o campeão da Taça Libertadores nas suas redes sociais.

Na sexta-feira tinha sido Lucas Lima a ser surpreendido, sem máscara protetora, numa festa em São Paulo, proibidas na cidade devido à alta incidência do novo coronavírus, que no país já matou mais de meio milhão de cidadãos.

Patrick de Paula, de 21 anos, um dos médios mais promissores do futebol ‘canarinho, foi delatado por adeptos do ‘verdão’ na última madrugada, que divulgaram as suas filmagens nas redes sociais.

Nesses vídeos, Patrick de Paula é visto usando máscara e a tentar cobrir o rosto com um capuz, abandonado o local com a ajuda de seguranças privados, enquanto é acusado pelos adeptos.

“Da mesma forma que fizemos com o Lucas Lima, o clube vai aplicar as sanções administrativas máximas determinadas no seu regulamento interno. Ambos os jogadores estão fora dos treinos enquanto for determinado pelo departamento de futebol”, refere a agremiação paulista.

O Palmeiras deixou ainda uma mensagem bem dura para os incumpridores, considerando “inadmissível” este tipo de comportamento numa altura em que a covid-19 mata imenso no Brasil.

“Lamentamos que ainda ocorram casos de falta de empatia e responsabilidade num momento tão difícil para a sociedade. São atitudes inaceitáveis que receberão o devido tratamento”, vincou o clube.

No Brasil morreram 1.025 pessoas nas últimas 24 horas, elevando o número de óbitos para 501.825 mortos, enquanto os casos são já 17.927.928.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto