O futebolista da Chapecoense Alan Ruschel, um dos seis sobreviventes do acidente aéreo ocorrido a 29 de novembro na Colômbia, atravessa "uma recuperação astronómica e surpreendente", disse hoje a irmã do atleta.

Através da rede social Instagram, Amanda Ruschel contou que o defesa saiu dos cuidados intensivos, "caminha, toma banho e come sozinho e consegue falar bem".

No acidente, Ruschel ficou ferido na coluna e chegou a temer-se que pudesse ficar paraplégico, tendo sido submetido a uma intervenção cirúrgica.

À EFE, fontes do Hospital San Vicente Fundación de Medellín adiantaram que a evolução do atleta, de 27 anos, é "muito positiva".

Ruschel foi um de três jogadores da Chapecoense que sobreviveram ao acidente, ao lado do guarda-redes Jackson Follman, que já foi amputado por baixo do joelho da perna direita, e do defesa Helio Neto, que se encontra em coma e com estado considerado crítico.

A 29 de novembro, a queda de um avião na Colômbia causou a morte a 71 das 77 pessoas que seguiam a bordo, incluindo a maioria dos jogadores da Chapecoense, dirigentes e jornalistas que acompanhavam a equipa brasileira, que se preparava para disputar a primeira mão da final da Taça Sul-americana com os colombianos do Atlético Nacional.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.