O clube de futebol brasileiro Chapecoense anunciou hoje a alteração do seu emblema em memória das 71 vítimas mortais do acidente aéreo de 28 novembro, entre os quais quase todos os membros da equipa.

No emblema do clube passarão assim a figurar duas estrelas, uma para simbolizar as vítimas do acidente ocorrido na Colômbia e outra para comemorar a conquista da Taça Sul-Americana – o Atlético Nacional, com quem os brasileiros iriam disputar a final da competição, pediu à Confederação de Futebol Sul-Americana (Conmebol) que atribuísse a vitória aos adversários brasileiros.

“A Estrela branca é um sinal de paz. A paz encontrada pelos nossos eternos campeões. Além disso, a cor branca simboliza a luz que nos guiará para seguirmos em frente”, assinalou a equipa brasileira na sua página na Internet.

O avião da companhia boliviana Lamia despenhou-se na noite de 28 de novembro perto de Medellín. Morreram 71 das 77 pessoas que seguiam a bordo, incluindo a maioria dos jogadores da Chapecoense, dirigentes do clube e membros da equipa técnica, convidados e jornalistas que acompanhavam a equipa, assim como tripulantes do avião.

Sobreviveram seis pessoas, três jogadores, dois tripulantes e um jornalista.

“Continuaremos a escrever a história que estava a ser desenhada com tanto carinho. Mas não sem eternizar – na memória, nos corações e no emblema – o legado de afeto, solidariedade e unidade. E, mais do que isso, o amor e o compromisso de todos os que desapareceram”, assinalou o clube.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.