“O FC Barcelona quer render uma homenagem às 71 pessoas que morreram no acidente [aéreo] e às suas famílias. Por isso, trabalhará para que o Troféu Joan Gamper de 2017 seja uma grande homenagem do mundo do futebol a todos eles, através de várias iniciativas”, refere a nota publicada hoje no site oficial do ‘Barça’.

A 28 de novembro (madrugada de terça-feira em Lisboa), o avião da companhia aérea Lamia, que partiu do aeroporto Viru Viru, de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, caiu em Cerro Gordo, a 17 quilómetros do aeroporto de Medellín, na Colômbia, com 77 pessoas a bordo, entre os quais a comitiva do clube brasileiro de futebol, que iria disputar a primeira mão da final da Taça Sul-Americana nesta cidade colombiana.

Entre as 71 vítimas mortais do acidente, estavam 19 dos 22 jogadores do clube brasileiro, assim como dirigentes, equipa técnica, convidados e jornalistas, além da tripulação. Sobreviveram ao acidente seis pessoas, três jogadores, dois tripulantes e um jornalista.

Na segunda-feira, a confederação sul-americana de futebol (CONMEBOL) declarou a Chapecoense campeã da Taça Sul-Americana, como homenagem após o acidente.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.