Augsburgo e Colónia anularam-se hoje com um empate (1-1), com golos nos últimos minutos, no encerramento da 30.ª jornada da Liga alemã de futebol, que penaliza mais as ambições de manutenção dos anfitriões.

Quando o francês Anthony Modeste, aos 85 minutos, três depois de entrar em campo, teve espaço, à entrada da área, para disparar para golo, os forasteiros pareciam segurar o triunfo e, praticamente, garantir a manutenção, segura, de momento, por sete pontos.

A questão é que, volvidos somente três minutos, uma nova falha de marcação permitiu ao lateral esquerdo Philipp Max, sozinho ao segundo poste, igualar, resgatando um ponto que pode ser importante na fuga à despromoção.

Na primeira parte, que os locais dominaram, Florian Niederlechner falhou um penálti, permitindo a defesa ao guarda-redes do Colónia.

O Augsburgo igualou o Union Berlim no 13.º lugar, com 32 pontos, somente quatro acima de linha de água, enquanto o Colónia partilha o 11.º com o Frankfurt, com 35.

Um golo do holandês Wout Weghorts, aos 82 minutos, deu a vitória ao Wolfsburgo em casa do aflito Werder Bremen (1-0), permitindo-lhe subir ao sexto lugar, de acesso europeu, enquanto o adversário é penúltimo, já a seis pontos da salvação.

Este foi o terceiro triunfo consecutivo fora do Wolfsburgo e o 12.º encontro seguido do Werder Bremen sem vencer em casa na Liga (nove derrotas e três empates desde 21 de setembro), pelo que está com um ‘pé’ cada vez mais perto da segunda divisão, escalão em que, desde o início da Bundesliga, só esteve em 1981/82.

Os jogadores do Werder Bremen e do Wolfsburgo ajoelharam-se no círculo central durante um minuto de silêncio, em mais uma iniciativa de combate ao racismo, depois da morte, há quase duas semanas, do afro-americano George Floyd, após um polícia ter-lhe pressionado o pescoço com o joelho durante cerca de nove minutos.

O Union Berlim (13.º) e Schalke 04(10.º) empataram 1-1, num jogo que prolongou as séries das duas equipas sem vencerem: os primeiros há sete jogos e os segundos há 12 jogos na Bundesliga.

Os futebolistas respeitaram um minuto de silêncio e ajoelharam-se também no relvado.

A Liga alemã é liderada pelo Bayern Munique, equipa que caminha a passos largos para o seu oitavo título consecutivo e que no sábado venceu fora o Bayer Leverkusen, por 4-2, somando 70 pontos, mais sete do que o Borussia Dortmund e 11 do que o Leipzig.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.