O campeonato alemão de futebol vai ser retomado em 16 de maio, dois meses depois de ter sido suspenso devido à pandemia de COVID-19, confirmou hoje o diretor da Liga Alemã de Futebol (DFL), Christian Seifert.

Numa videoconferência com representantes dos 36 emblemas dos dois principais escalões (Bundesliga e Bundesliga 2), Seifert confirmou o regresso do futebol em 16 de maio, um dia depois de o governo germânico ter autorizado o arranque das competições a partir da segunda quinzena de maio, à porta fechada.

Desta forma, a 26.ª jornada da Bundesliga, que deveria ter sido disputada entre 13 e 16 de março, vai ter lugar a partir de sábado da próxima semana, com seis jogos agendados, incluindo a receção do Borussia Dortmund, de Raphaël Guerreiro, ao Schalke 04, e a do Eintracht Frankfurt, de Gonçalo Paciência e André Silva, ao Borussia Mönchengladbach.

No dia seguinte, em 17 de maio, é a vez do campeão Bayern Munique regressar aos relvados, na deslocação ao campo do Union Berlim.

A ronda termina em 18, segunda-feira, com o Werder Bremen a receber o Bayer Leverkusen.

“O Bremen foi a última equipa a regressar aos treinos e tivemos isso em conta. Por essa razão, é das últimas equipas a entrar em campo”, explicou Seifert.

Em 16 de março, dias depois de a 26.ª jornada ser adiada, o principal campeonato alemão de futebol foi suspenso, então até 02 de abril, e depois por tempo indeterminado, para agora ter 'luz verde' para regressar.

Após a ronda 25, concluída em 11 de março, o Bayern Munique, que procura o 30.º título e oitavo consecutivo, é o líder da prova, com 55 pontos, contra 51 do Borussia Dortmund, 50 do Leipzig, 49 do Borussia Mönchengladbach e 47 do Bayer Leverkusen, quando faltam disputar nove jornadas.

Com a declaração de pandemia, em 11 de março, inicialmente alguns eventos desportivos foram disputados sem público, mas, depois, começaram a ser cancelados, adiados - nomeadamente os Jogos Olímpicos Tóquio2020, o Euro2020 e a Copa América - ou suspensos, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais de todas as modalidades.

Alemanha segue assim um caminho diferente dos vizinhos da Holanda, que deram por terminada a época futebolística sem haver campeões, devido a pandemia do novo coronavírus. Uma decisão que também foi tomada pela França, mas com o PSG  a ser declarado campeão.  Inglaterra, Itália, Espanha e Portugal preparam igualmente o regresso dos respetivos campeonatos.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de COVID-19 já provocou mais de 263 mil mortos e infetou cerca de 3,7 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Mais de um 1,1 milhões de doentes foram considerados curados.

Na Alemanha, morreram 7.119 pessoas e foram registados 166.091 casos de infeção pelo novo coronavírus, detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

*Artigo atualizado

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.