O Bayer Leverkusen segurou hoje a liderança da Liga alemã de futebol, com uma vitória em Bremen, por 3-0, que lhe permite manter-se à frente do Bayern Munique na tabela do campeonato.

Menos de 24 horas depois de o Bayern ser líder provisório, com um triunfo em Colónia (1-0), o Leverkusen ganhou com facilidade ao Werder Bremen e vai fechar a 12.ª jornada instalado no 'trono' da Bundesliga, com o duelo entre os dois primeiros a prosseguir.

Com 34 pontos, o Leverkusen comanda com mais dois do que o Bayern, numa luta reduzida aos dois emblemas. O Estugarda, com 24 pontos (um jogo a menos) é distante terceiro.

Os comandados de Xabi Alonso adiantaram-se cedo, aos nove minutos, com autogolo do belga Olivier Deman, e antes do intervalo, aos 43, ainda apontaram o segundo, através do neerlandês Jeremie Frimpong.

O espanhol Alex Grimaldo, que atuou no Benfica de 2015/16 até à época passada, fechou a contagem, aos 76 minutos, para o seu sétimo golo no campeonato, já com os 'verdes' de Bremen totalmente resignados.

O quarto lugar, com os mesmos pontos de Estugarda, é agora do Borussia Dortmund, vencedor do Borussia Mönchengladbach por 4-2, com recuperação no marcador do jogo do Signal Iduna Park.

Os forasteiros chegaram a 2-0, com os golos de Reitz, aos 13, e do francês Koné, aos 28, mas ao intervalo já perdiam por 3-2.

Com efeito, a recuperação do Dortmund foi bem rápida, marcando através do austríaco Sabitzer (30), do internacional germânico Füllkrug (32) e do inglês Bynoe-Gittens (45). O quarto só chegou nos descontos finais, apontado pelo neerlandês Malen (90+7).

O Union Berlim, adversário do Sporting de Braga na Liga dos Campeões, continua em 'agonia', no penúltimo lugar, agora com sete pontos após ceder empate em casa frente ao Augsburgo (1-1), para somar o 15.º jogo consecutivo sem ganhar em todas as competições (dois empates e 13 derrotas).

Podia ter sido pior ainda a tarde dos berlinenses, que só chegaram ao empate aos 88 minutos, por Kevin Volland. Os visitantes estavam no comando do marcador desde o minuto 39, com a grande penalidade concretizada pelo bósnio Ermedin Demirovic.

Diogo Leite foi titular no Union Berlim, equipa que já não ganha desde 26 de agosto e hoje falhou uma grande penalidade, aos 58 minutos, por Robin Knoche.

Quem também não teve razões para 'sorrir', hoje, foi o Leipzig, derrotado por 2-1 em Wolfsburgo, falhando assim o 'assalto' ao terceiro lugar do campeonato. O Leipzig continua em quinto, com 23 pontos, a um de Dortmund e Estugarda.

No Volkswagen Arena, marcaram para o Wolfsburg o dinamarquês Wind (nove minutos) e o brasileiro Rogério (66), enquanto o golo do Leipzig foi apontado pelo dinamarquês Poulsen, aos 52.

Dois portugueses estiveram em jogo: pelo Wolfsburgo, Tiago Tomás foi suplente utilizado (entrou aos 84 minutos) e pelo Leipzig jogou Fábio Carvalho, que também começou no banco dos suplentes, saltando para o campo aos 83.

Em jogo que opôs equipas do meio da tabela, o Friburgo, a aturar em casa, e Darmstad empataram 1-1, com golos de Holer (35), para os locais, e do austríaco Honsak (18), para os forasteiros.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.