O nono classificado da época passada venceu com golos do jovem suplente Lewis Holtby (20 anos), que entrou aos 64 minutos e “bisou”, com tentos aos 72 e 90 minutos, em ambas as ocasiões assistido pelo austríaco Christian Fuchs.

Com este resultado, o Mainz passou a somar 15 pontos, contra 10 do Hoffenheim, que hoje perdeu por 2-1 na recepção ao campeão Bayern Munique, e outros tantos do Hannover, anfitrião e vencedor por 4-1 face ao Werder Bremen.

O Hoffenheim começou, praticamente, a vencer, com um tento do bósnio Vedad Ibisevic, no minuto inicial, mas os bávaros, provisoriamente no sétimo posto (oito pontos), deram a volta na segunda parte, com golos de Thomas Muller, aos 63, e do belga Daniel van Buyten, já nos descontos.

Por seu lado, o Hannover, com Sérgio Pinto no “onze” (viu um amarelo e saiu quase sobre o final), bateu tranquilamente o Werder Bremen (4-1), que contou com Hugo Almeida desde os 66 minutos, em substituição do brasileiro Wesley.

Clemens Fritz, aos 11 minutos, na própria baliza, o marfinense Didier Ya Kaman, aos 53, Christian Schulz, aos 79, e o norueguês Mohammed Abdellaoue, aos 90, marcaram os golos dos locais, enquanto Torsten Frings apontou, de penalti, o tento de honra dos forasteiros, aos 36.

Quarta-feira, o Borussia de Dortmund (recebe o Kaiserslautern) e o Friburgo (anfitrião do “lanterna vermelha” Schalke 04, adversário do Benfica na Liga dos Campeões) podem recolocar-se a três pontos do Mainz.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.