O presidente do Schalke 04, Clemens Tonnies, manifestou hoje total confiança ao treinador Felix Magath, apesar de a equipa ter sofrido quatro derrotas em quatro jogos e ocupar o último lugar da liga alemã de futebol.

“Não duvido da qualidade do nosso treinador”, disse Clemens, ao comentar o momento do próximo adversário do Benfica no Grupo B da Liga dos Campeões. A equipa alemã joga na Luz, no próximo dia 29 de Setembro.

O dirigente reconheceu que a situação “é grave”, mas recusou-se a admitir que a equipa esteja a atravessar “uma crise”.

“Acredito em Felix Magath. Iniciámos uma reestruturação do clube e isso leva tempo”, adiantou.

Em vésperas da quinta jornada da liga – defronta o Friburgo quarta-feira –, o Schalke tem o pior arranque de época da sua história.

O Schalke, que terminou a época na segunda posição, atrás do campeão Bayern de Munique, fez uma profunda remodelação no quadro de jogadores, com a saída de 15 e a contratação de 14 novos futebolistas, designadamente o espanhol Raul, o holandês Klaas-Jan Huntelaar e o internacional alemão Christoph Metzelder, os quais estão a demorar a adaptar-se ao novo clube.

"Começámos mal, mas vamos corrigir. Precisamos de Felix Magath agora e eu confio nele", concluiu.

O Schalke ocupa o terceiro lugar do Grupo B da Liga dos Campeões no final da primeira jornada – derrota em casa dos franceses do Lyon por 1-0 –, cuja classificação é comandada pelo Benfica, venced

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.