O internacional francês que joga actualmente no Bayern de Munique, da Alemanha, pode mesmo ser acusado se um juiz decidir investigar o atacante num caso de prostituição, anunciou um tribunal de Paris.

"Cabe ao juiz Yves Dando decidir se o acusa ou não", afirmou uma fonte do tribunal. Ribéry, segundo a mesma fonte, admitiu ter mantido relações com uma prostituta, mas afirmou que não sabia que ela era menor de idade.

O facto de solicitar relações com uma prostituta menor de idade pode ser punido em França com uma pena até três anos de prisão e 45 mil euros de multa.

Já a advogada de Ribéry afirmou no domingo que o assunto não envolvia o seu cliente.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.