O internacional francês Franck Ribery, acusado pela justiça de ter mantido relações sexuais com uma prostituta menor de idade, é esperado serenamente no Bayern Munique, como no seio de uma família, afirmou o presidente do clube alemão.

“Não temos problemas com o jogador para o próximo ano”, disse Uli Hoeness, em entrevista publicada hoje no diário Munchner Merkur, tendo sublinhado ainda: “Após a problemática época passada, ele finalmente compreendeu o que é realmente o Bayern: uma verdadeira família”.

O médio ofensivo do Bayern de Munique teve uma temporada difícil devido a uma série de lesões e à incerteza quanto à sua permanência no clube, onde se encontra desde 2007 e com o qual prolongou o seu contrato até 2015.
Ribéry “vai poder provar ao Mundo inteiro que este ano marcado por lesões e problemas foi apenas uma excepção à normalidade”.

Franck Ribéry e Karim Benzema foram formalmente acusados por um juiz de instrução, por alegadamente terem “solicitado os serviços de uma prostituta menor de idade”, e libertados sem medidas de coação, depois de terem sido ouvidos.

O cunhado de Ribéry, igualmente envolvido no caso, acabou por ser também libertado, depois de ter prestado declarações.

Os dois internacionais franceses são suspeitos de terem mantido relações sexuais com uma jovem prostituta, com 16 anos na altura dos factos, de nome Zahia D., no âmbito de uma investigação policial sobre alegado proxenetismo num bar da zona dos Campos Elíseos, o Zaman Café.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.