Thorsten Fink anunciouesta terça-feiraque vai abandonar o cargo de treinador do Hamburgo, depois da goleada sofrida sábado com o Borussia de Dortmund, por 6-2, na quinta jornada da liga alemã de futebol.

«Estou orgulhoso de ter passado aqui dois anos. Treinei um clube maravilhoso. No entanto, há ainda tempo do clube alcançar outros objeticos com um novo treinador», afirmou Thorsten Kink à estação de rádio alemã NDR.

Com a saída de Fink, o Hamburgo deverá anunciar ainda hoje o novo técnico do clube, que ao fim de cinco jornadas segue no 15.º lugar, com apenas quatro pontos, equivalentes a uma vitória e um empate em cinco jogos.