O Sporting da Praia é o novo campeão nacional ao empatar a zeros com o Atlético de S. Nicolau, em jogo da segunda mão do campeonato nacional, no estádio da Várzea.

A partida iniciou-se debaixo de um sol abrasador, com boa assistência nas bancadas do estádio, e ao som de uma intensa batucada dos apoiantes das duas equipas em competição.

Com o resultado de uma bola registado na primeira mão, o Atlético de S. Nicolau tinha a obrigação de marcar no estádio da Várzea para poder conquistar o seu primeiro título de campeão nacional, enquanto que o Sporting da Praia bastaria não sofrer nenhum golo para se sagrar o novo campeão nacional.

A primeira oportunidade do encontro surgiu por intermédio de Dévon, atacante do Atlético de São Nicolau que logo aos três minutos rematou forte e sobre a barra da baliza do guarda-redes leonino, Magheti.

A resposta da equipa leonina chegou à passagem dos 12 minutos, quando o extremo Carlitos desperdiçou uma flagrante oportunidade do golo com um remate ao poste do batido guarda-redes Prego.

O Sporting da Praia continuava o caudal atacante e à passagem dos 19 minutos, Loloti rematou forte, mas sem consequências para as redes de Prego. O Atlético ia respondendo como podia, com Devon em destaque, aos 31 minutos rematou forte, mas a bola acabou poor sair por cima da baliza de Maghety.

O jogo ia para o intervalo com um empate a zeros entre as duas equipas.

A segunda parte começou sem nenhuma alteração nas equipas. Com o reatar da segunda parte, as duas formações continuavam com o mesmo ritmo de jogo sem conseguir chegar ao golo, apesar das oportunidades criadas. O Sporting da Praia criou perigo com jogadas atacantes com a bola metida em profundidade mas sem resultado práticos.

Os jogadores do Atlético de S. Nicolau demonstravam algum nervosismo neste período do jogo perdendo muitas vezes a posse de bola para a equipa adversária.

À entrada dos últimos 10 minutos do encontro, o Atlético de S. Nicolau apostou no jogo directo com cruzamentos largos em direcção a baliza do Sporting da Praia, mas sem criar grandes oportunidades de golo. Nesta altura, o Atlético era a equipa que se apresentava mais pressionante no último terço do terreno com o Sporting limitar-se a preencher os espaços e a fechar os caminhos da sua baliza.

Aos 87 minutos, Zé Jorge quase marcava através da marcação de um livre directo, mas a bola saiu ligeiramente por cima da baliza de Maghety.

O Atlético foi um justo vencido ao terminar o campeonato nacional sem nenhuma derrota e com apenas dois empates. O Sporting da Praia conquista desta feita o seu 11ª título de campeão nacional. No cômputo geral, o Mindelense conta com 14 títulos e o Sporting da Praia 11.

A partida foi dirigida por Nilton Medina (árbitro principal), que foi coadjuvado por Júlio Conceição e Humberto Costa (São Vicente)

Ficha Técnica
Sporting Clube da Praia: Maghety, Admar, Loloti “cap”, Babakar, Vargas; Carlitos, Lé, Dário, Edmar; Theodor e Zé di Tchetcha.
Suplentes: Preto (Guarda-redes), Lutcho, ballack, Tó, Cá, Patrick e Camané.
Treinador: Janito Carvalho.
Atlético São Nicolau: Prego, Ilídio “cap”, Netcha, Stevie, Dico; Jorge, Tony, Bilico e Queichada; Dévon e Gerson.
Suplentes:Nuno (G. redes), Paulino, Tchomas, Djeca, Claiton, Zé Jorge e Rogério.
Treinador: Alberto Teixeira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.