A seleção de futebol do Maio levou de vencida a congénere da Diáspora por 1-0, no jogo da quarta jornada do Grupo B da Taça Independência, realizado terça-feira no estádio Orlando Rodrigues, no Tarrafal, São Nicolau.

O único tento da partida foi apontado por Carlitos, aos 29 minutos da segunda parte, na conversão de uma grande penalidade.

Em declarações à imprensa, o treinador da Diáspora, Hermínio Furtado, apesar da derrota, considerou “importante” o “crescimento” da sua equipa em relação ao último jogo e apontou algumas dificuldades encontradas para uma melhor prestação.

“Estivemos melhor, com mais energia, com mais posse de bola, mas infelizmente não conseguimos marcar um penálti. Encontramos algumas dificuldades, tivemos claras oportunidades de golo que não foram possíveis concretizar”, disse.

Face a este resultado, Hermínio Furtado mantém-se “esperançoso e confiante”, considerando ainda que “matematicamente é possível” seguir na prova e que vai preparar a equipa para os próximos jogos.

Por sua vez, o treinador da seleção do Maio, Alírio Martins, disse que foi uma vitória bem conseguida. Para ele, este jogo foi uma demonstração de garra e resultado em acreditar no próprio potencial.

Alírio Martins considerou que a equipa estava num mau momento e agora conseguiram “dar a volta por cima”.

Com este resultado a seleção do Maio soma três pontos e prepara-se para defrontar São Vicente nesta quarta-feira, às 16h30, no Estádio Orlando Rodrigues.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.