O Japão conquistou pela primeira vez na sua história o campeonato do Mundo feminino de futebol de sub-17, ao vencer a Espanha por 2-0, sexta-feira, na final da edição de 2014, em São José, Porto Rico.
Meika Nishida, aos cinco minutos, e a suplente Fuka Jono, aos 78, apontaram os tentos das nipónicas, que demonstraram grande superioridade ao longo do torneio, terminando com seis vitórias em seis jogos, 26 golos marcados e só um sofrido.
Na lista dos vencedores e perante cerca de 25 mil espetadores, o Japão sucedeu à França, vencedora em 2012, e juntou-se também à Coreia do Norte, que ganhou em 2008, e à Coreia do Sul, campeã em 2012.
A formação nipónica era favorita para a final e começou a justificá-lo logo aos cinco minutos, quando Nishida marcou na recarga a uma bola devolvida pelo “ferro”, com a guarda-redes espanhola no chão.
Em vantagem, o Japão passou a controlar o jogo e a Espanha nunca encontrou soluções para ultrapassar a muralha defensiva das asiáticas, sendo que, do outro lado, a guarda-redes Elena Del Toro foi adiando o segundo golo.
Aos 79 minutos, Del Toro não conseguiu, porém, deter o remate da suplente Fuka Jono, que, assim, selou, em definitivo, o triunfo do Japão, liderado pela “10” Hina Sugita, eleita pela FIFA como a melhora jogadora do torneio.
A japonesa Mamiko Matsumo foi eleita a melhor guarda-redes da prova e as venezuelanas Deyna Castellanos e Gabriela Garcia repartiram o título de “rainhas” dos golos, isto depois de perderem, na lotaria”, o “bronze” para a Itália (2-0, após 4-4 no final do tempo regulamentar).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.