A 25 de Junho, a LPFP tinha impedido Belenenses, Leixões, Vitória de Setúbal, Gil Vicente e Santa Clara de registarem contratos de trabalho desportivo ou de formação, bem como de utilizarem jogadores com contratos já registados em épocas anteriores, por não terem comprovado terem a situação contributiva regularizada perante a respectiva repartição de finanças e Centro Regional da Segurança Social.

Depois de ter levantado o impedimento ao Santa Clara, a 28 de Junho, a LPFP anunciou hoje que o Gil Vicente tem também toda a situação regularizada.

“Face à apresentação de certidão emitida pelo competente serviço de Finanças (Barcelos), cessa a medida de impedimento do Gil Vicente”, diz o comunicado da Liga, publicado na página oficial de Internet do organismo.

Vitória de Setúbal, Belenenses e Leixões são assim as três equipas que ainda não completaram a inscrição na Liga.

Esse impedimento cessará com a apresentação da certidão da administração fiscal, da segurança social, cópia certificada pelo IAPMEI (Instituto de Apoio às Pequenas e Médias empresas e à Inovação) de ata onde conste o acordo celebrado entre o clube ou SAD, a administração fiscal e Segurança social, ou de prova documental nos demais casos.

Se não cumprirem os requisitos estipulados pela Liga de Clubes, os clubes faltosos são relegados às competições não profissionais, sanção aplicada ao Estrela da Amadora na época 2009/2010, sendo substituído na grelha dos 16 participantes na Liga de futebol pelo Belenenses.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.