Moçambique pode fazer história, este sábado, caso derrote a seleção zambiana, em jogo da fase de grupos de apuramento ao CAN2015. Mambas e Chipolopolos têm ambos com cinco pontos e quem vencer apura-se ao CAN2015, isso se Cabo Verde não perder com o Níger em casa.

João Chiçano, selecionador de Moçambique, sabe da importância histórica e matemática do encontro, daí relembrar que apenas a vitória interessa aos Mambas.

"A Zâmbia que sempre passou por Moçambique e venceu já não é a mesma, nem Moçambique que sempre foi vencido pela Zâmbia é o mesmo”, sublinhou.

Para derrotar os vizinhos da África Austral, a formação moçambicana terá de contrariar uma estatística que mete respeito: nunca Moçambique logrou vencer a seleção principal da Zâmbia.

Chiçano conta com o fator casa para derrotar os Chipolopolos, tal como já aconteceu com Cabo Verde, líder do grupo que perdeu na Machava por 2-0.

O jogo está marcado para às 16h00, hora de Maputo e será dirigido por Eric Costane (árbitro principal), Theophile Vinga (1.º assistente) e Syaio Moula (2.º assistente), todos do Gabão. Beranger Woungui será o quarto árbitro, enquanto o comissário da CAF é o queniano Mohamed Abubakaer. António Chambal é o oficial da Federação Moçambicana de Futebol (FMF). A equipa de arbitragem e o comissário da CAF deverão desembarcar em Maputo esta quinta-feira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.