O selecionador dos Camarões, o português António Conceição, destacou hoje a “capacidade de reação” da sua equipa no triunfo sobre o Burkina Faso, por 2-1, no jogo inaugural da Taça das Nações Africanas de futebol (CAN2021).

“A vitória é importante para nós. Quando o Burkina Faso marcou, fiquei um pouco assustado, mas, sinceramente, confiava nos meus jogadores. Sabíamos que jogar em casa no primeiro jogo seria um fardo psicológico para os jogadores, mas eles reagiram muito bem. A nossa equipa mostrou capacidade de reação. Não fizemos um grande jogo, mas o principal é ter ganhado”, afirmou António Conceição, em conferência de imprensa, após o duelo do Grupo A.

Em Yaoundé, no Estádio Olembe, o antigo avançado do FC Porto (2014-2020) Aboubakar foi o capitão dos ‘leões indomáveis’ e acabou por ser determinante no triunfo da sua seleção, com golos aos 40 e 45+3 minutos, ambos na marcação de grandes penalidades.

Foi uma estreia vitoriosa para António Conceição, que antes do encontro assumiu o objetivo de chegar à final, mas o técnico português apanhou um ‘valente’ susto durante a primeira parte, quando o Burkina Faso chegou à vantagem, aos 24 minutos, por Sangare, num lance com muitas culpas para o guarda-redes Onana.

Os Camarões passam a liderar o Grupo A e ficam agora à espera do resultado de Etiópia e Cabo Verde, as outras seleções do agrupamento, que se defrontam ainda hoje igualmente em Yaoundé, no mesmo estádio.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.