O presidente da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embalo, entregou hoje a bandeira do país ao capitão da seleção de futebol, Jonas Mendes, no âmbito dos preparativos para a terceira participação na Taça das Nações Africanas (CAN), nos Camarões.

Na cerimónia no palácio da presidência, Umaro Sissoco Embalo pediu empenho e disciplina aos jogadores guineenses e ainda afirmou que a seleção de futebol constitui “um orgulho e fator de unidade” do país.

“Peço-vos que sejamos uma seleção disciplinada e exemplar na CAN. Estão de parabéns pela terceira participação consecutiva da Guiné-Bissau. Há 20 anos, ninguém acreditava que a Guiné-Bissau fosse capaz de alcançar esta proeza”, defendeu o chefe de Estado guineense.

Umaro Sissoco Embalo sublinhou a importância da observância das regras de uma competição de futebol e salientou que “perder faz parte”, embora tenha confiança nos 24 jogadores convocados pelo selecionador Baciro Candé.

“Se a Guiné-Bissau se apurar para os oitavos de final eu vou assistir aos jogos dos ‘Djurtus’ nos Camarões”, disse Embalo, referindo-se ao nome pelo qual é conhecida a seleção guineense de futebol.

O presidente guineense aproveitou a ocasião para esclarecer que o Governo “criou todas as condições” para que o país possa ser representado “de forma condigna na CAN” e que a angariação de fundos em curso é uma iniciativa da Federação de Futebol da Guiné-Bissau.

O selecionador guineense divulgou hoje a lista de 24 jogadores que vão estar na CAN integrados no grupo D ao lado do Egito, de Carlos Queiroz, Nigéria, assumida hoje por José Peseiro, e Sudão, com quem abre as ‘hostilidades’ no dia 11 de janeiro, na cidade de Garoua, norte dos Camarões.

Entre os 24 convocados, 11 atuam em clubes portugueses, nomeadamente Manuel Baldé (guarda-redes do Vizela), Nanu (defesa do FC Porto), Fali Candé (defesa do Portimonense), Simão Júnior (defesa/Vilafranquense), João Jaquité (médio do Vilafranquense), Bura (médio do Farense), Leonel Alves (defesa/médio do Marinhense), Sori Mané (defesa/médio do Moreirense), Alfa Semedo (médio do Vitória de Guimarães), Jefferson Encada (defesa/médio do Leixões) e Frédéric Mendy (avançado do Vitória de Setúbal).

A seleção guineense realiza um período de estagio em Bissau e deverá seguir para os Camarões no dia 05 de janeiro.

A 33.ª edição da CAN decorre entre 09 de janeiro e 06 de fevereiro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.