O português Abel Ferreira, treinador do Palmeiras, disse ter a “sensação do dever cumprido”, após a conquista da Taça do Brasil de futebol, alcançada com a vitória por 2-0 na receção ao Grêmio, na segunda mão da final.

“Fica a sensação do dever cumprido, das pessoas trabalharem felizes. A minha obrigação é retribuir o que o futebol me dá. Tentar ser o melhor homem e treinador possível. Quero agradecer aos jogadores profundamente”, disse Abel Ferreira, em declarações à comunicação social brasileira.

Depois do triunfo por 1-0 na primeira mão, em Porto Alegre, o Palmeiras voltou no domingo a impor-se ao Grêmio, com golos de Wesley, aos 53 minutos, e Gabriel Menino, aos 84, assegurando pela quarta vez a conquista da Taça do Brasil, que tinha erguido pela última vez em 2015.

“Eu não vibro muito com as vitórias. É muito passageiro. É difícil explicar. Não consigo vibrar dessa maneira, mas é algo muito rápido que se passa dentro do nosso corpo. A derrota do Mundial [de clubes] ficou muito mais presente dentro de mim”, revelou.

O Palmeiras conquistou o segundo grande troféu referente à temporada de 2020, depois da vitória na final da Taça Libertadores, a mais importante prova sul-americana de clubes, sobre o Santos (1-0), também sob o comando técnico de Abel Ferreira, sucedendo ao Flamengo, treinado pelo compatriota Jorge Jesus.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.