Um grande golo do avançado português Bebé foi hoje insuficiente para evitar o apuramento do Bétis para a final da Taça do Rei de futebol, ao empatar na receção ao Rayo Vallecano a um golo, na segunda mão das meias-finais.

O Betis, que vencera na primeira mão por 2-1, ‘carimbou o passaporte’ para a final aos 90+2, com um golo de Borja Iglésias, mas o golo de Bébé, aos 80, três minutos depois de ter sido lançado em jogo, na execução de um livre, com um pontapé fulminante a 25 metros da baliza, ainda fez sonhar o Rayo Vallecano com a passagem à final.

No Rayo Vallecano, além de Bebé, que dispôs ainda mais dois livres em zona próxima à que resultaria no golo, que foram embater na barreira, houve outro português que participou na partida, Kevin Rodrigues, que entrou aos 89 minutos, a render o médio Álvaro Garcia.

O Betis garantiu assim a vaga na final da Taça do Rei, marcada para 23 de março, na qual ira encontrar o Valência, dos portugueses Gonçalo Guedes, Thierry Correia e Hélder Costa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.