A Atalanta eliminou hoje o campeão em título Nápoles (3-1), após o ‘nulo’ no encontro da primeira mão, e vai discutir a Taça de Itália com a Juventus, que na terça-feira afastou o Inter.

Privados dos habituais centrais titulares, o senegalês Koulibaly e o grego Manolas, assim como do avançado belga Dries Mertens, a formação comandada por Gennaro Gattuso apresentou muitas dificuldades defensivas e o emblema de Bérgamo não desperdiçou as duas grandes chances de que dispôs, logo nos instantes iniciais.

Duvan Zapata, aos 10, num grande remate fora de área, colocou a Atalanta em vantagem e, seis minutos depois, fez o passe para Matteo Pessina encostar e, praticamente, sentenciar a eliminatória, tal era o desequilíbrio em campo.

Com o internacional luso Mário Rui em campo desde o final da primeira parte, o mexicano Lozano (58) reduziu para os napolitanos, após o intervalo, mas Pessina voltou a bater guarda-redes Ospina e ‘selou’ a passagem à final.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.