O jogo entre Juventus e Nápoles, a contar para a final da Taça de Itália realizou-se à porta fechada no Olímpico de Roma, mas a festa dos adeptos do Nápoles foi aberta a todos.

As ruas napolitanas encheram-se de adeptos para celebrar a conquista de um troféu, algo que já não acontecia há seis anos. Apesar do perigo do COVID-19 ainda estar bem presente no mundo e em Itália, distanciamento social foi coisa que pouco se viu nas celebrações.

O Nápoles, onde alinha Mário Rui, conquistou a taça de Itália ao bater a Juventus, de CR7, por 4-2 no desempate por grandes penalidades após empate a zero nos 90 minutos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.