O Borussia Dortmund venceu esta quinta-feira a Taça da Alemanha em futebol, ao golear na final o RB Leipzig por 4-1, numa final  jogada no Olímpico de Berlim. Sancho e Haaland, com dois golos cada, foram os destaques do Dortmund, que contou com o português Raphael Guerreiro no onze. O jogo marcou a despedida de Lukasz Piszczek, após 11 anos no Dortmund. O polaco termina contrato no final da época.

O Borussia Dortmund entrou praticamente na frente do marcador. Aos cinco minutos, após uma bola recuperada a meio-campo, a mesma chegou a Jadon Sancho que abriu o ativo, a passe de Mahmoud Dahoud. Grande arranque do Dortmund, que já tinha batido o Leipzig na última ronda da Bundesliga.

O 2-0 apareceu aos 28 minutos, num golo onde Erling Braut Haaland fez valer da sua força e potência para bater Peter Gulacsi pela segunda vez. A assistência é de Marco Reus.

Sempre melhores no encontro, com contra-ataques venenosos, a equipa de Edin Terzic chegou aos 3-0 ainda antes do intervalo. Reus com a segunda assistência no jogo, desta feita para Jadon Sancho fazer o seu segundo na conta pessoal, aos 45+2. O golo começou por ser anulado pelo assistente mas o VAR confirmou que não havia qualquer ilegalidade

Esta não era a despedida que Julian Nagelsmann quera do Leipzig, ele que na próxima época irá treinar o campeão Bayern Munique. A reação do Leipiz chegou logo aos 25 segundos do segundo tempo, com Christopher Nkunku, lançado no segundo tempo, a fazer tremer a barra da baliza defendida por Roman Buerki.

O RB Leipzig tentava, de todas as formas, um golo que o relançasse no jogo mas estava a dar muito espaço na defesa, onde Reus e Haaland eram um perigo à solta. Aos 58 minutos, o guarda-redes Burki teve de intervir duas vezes a negar o golo a Poulsen e Nkunku.

Burki já nada podia fazer para negar o tento do espanhol Dani Olmo, aos 72 minutos, num remate à entrada da área após ressalto.

O 4-1 esteve nos pés de Jadon Sancho, aos 84 minutos, mas o inglês perdeu de forma incrível. Isolado desde o meio-campo, correu para a área, fintou o guarda-redes mas perdeu tanto tempo na hora de rematar que permitiu a recuperação do guardião Gulacsi, a defendeu no derradeiro instante.

Teve de ser Haaland a confirmar a goleada aos 88, com um toque na área após passe de Jadon Sancho. Se o inglês se tinha tornado no mais jovem de sempre a marcar um ‘bis’ na final da Taça alemã, no primeiro tempo, esse recorde caiu para o norueguês, com o 4-1.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.