O responsável do Núcleo de Árbitros de Viseu, Bruno Pereira, confirmou hoje à agência Lusa que mais um ‘juiz’ foi ameaçado nos campeonatos distritais de futebol, desta feita no jogo entre o Arguedeira e o Nespereira.

O incidente ocorreu no domingo, naquele jogo da I Divisão Distrital da Associação de Futebol de Viseu, Zona Norte, no Estádio Municipal de Tarouca.

Segundo Bruno Pereira, um espetador terá ameaçado um dos elementos da equipa de arbitragem, liderada por António Ferreira, com o recurso a uma réplica de uma arma de fogo, sem que, na ocasião, o árbitro auxiliar se tivesse apercebido que seria uma imitação.

O incidente obrigou a que o jogo estivesse interrompido durante alguns minutos, mas viria a ser depois retomado, após a intervenção da GNR de Tarouca, chamada ao local, já que se tratava de um jogo onde a segurança era assegurada por Auxiliares de Recintos Desportivos destacados pelo clube da casa, o Arguedeira.

Para Bruno Pereira, este episódio será mais um a merecer a atenção da recém constituída comissão de análise aos jogos das competições distritais de futebol, em Viseu, criada como forma de prevenir eventuais episódios de insegurança nos campos de futebol do distrito.

A comissão, que tem a competência de decidir sobre jogos onde passará a ser obrigatório o recurso a policiamento pelas forças de segurança, reúne quinzenalmente e avalia o grau de risco dos jogos.

No entanto, Bruno Pereira prefere não fazer deste caso mais um argumento na defesa do policiamento obrigatório em todos os jogos das competições distritais em Viseu, considerando que "é necessária serenidade e enquadrar todos os episódios no seu respetivo contexto".

O mesmo responsável adiantou que "depende agora do que o árbitro venha a escrever no relatório sobre o incidente e caberá depois à associação tomar as medidas necessárias".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.