Aos 36, Arjen Robben anunciou a vontade de voltar aos relvados, dando conta da vontade de representar, na temporada de 2020/21, o FC Groningen, clube no qual se formou e iniciou a carreira.

O extremo holandês anunciou a decisão de Robben este sábado, num vídeo divulgado pelo próprio Groningen nas redes sociais. Nele, o antigo jogador de PSV, Chelsea, Real Madrid e Bayern revela que se irá preparar para voltar a jogar.

"Nas últimas semanas conversei bastante com o staff do clube e, sobretudo, ouvi o apelo dos adeptos: 'Arjen, segue o teu coração'. E assim veio a ideia de voltar como jogador do Groningen. Comecei a pensar na ideia, e agora e fiz disso a minha missão: quero voltar a jogar futebol, como jogador do FC Groningen", anunciou Robben.

Ainda assim, Robben não assegura ainda que consiga concluir com êxito esta missão a que se propõe. "Neste momento, não sei se isso vai acontecer. O que sei é que o meu foco e minha motivação serão totais. Vai ser duro desafio a nível físico, mas vou enfrentá-lo. Vou trabalhar muito e, quando sentir que está tudo bem, integrarei a equipa para meu primeiro treino da nova temporada", acrescentou.

Robben tinha anunciado o final da sua carreira em julho de 2019, mas já há alguns meses que vinha admitindo a possibilidade de voltar. Robben chegou à equipa principal do Groningen em 2000, aí ficando até 2002, antes de rumar ao PSV. Depois pasou por Chelsea e Real Madrid, antes de chegar ao Bayern Munique, onde esteve dez temporadas. Foi campeão na Alemanha (oito vezes), na Inglaterra (duas vezes) e em Espanha (uma vez). Conquistou ainda a Liga dos Campeões 2013, pelo conjunto bávaro. Pela seleção principal da Holanda apontou 37 golos em 96 jogos e disputou a final do Campeonato do Mundo de 2010.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.