A UEFA deu o final do dia que quarta-feira, 8 de abril, como prazo para as 12 cidades-anfritriãs do EURO'2020 confirmarem se poderiam ou não albergar jogos da prova com adeptos nos estádios.

Esta terça-feira, o jornal britânico 'The Sun' avança que a UEFA acredita que o mais Dublin será, entre as cidades-sede, aquela que maiores probabilidades tem de oferecer ao organismo máximo do futebol europeu as garantias que estes procuram, podendo acabar por abdicar dos encontros que lhe estavam reservados.

E, se tal acontecer, de acordo com o 'Teh Sun', os quatro jogos previstos para terem lugar na capital irlandesa deverão ser transferidos para Inglaterra, tendo a Federação Inglesa de Futebol (FA) reservados já sete jogos para o Estádio de Wembley.

Os quatro encontros 'transferidos' de Dublin não deverão, contudo, ser disputados na habitual casa da seleção inglesa, mas sim no recém-construído Estádio do Tottenham.

A mudança, porém, poderá implicar alterações também no calendário, visto que dificilmente a polícia londrina desejará dois jogos na cidade no mesmo dia, algo que assim acabaria por acontecer a 18 de junho.

Outra alternativa será a realização de um encontro em Manchester, no Etihad Stadium, do Manchester City, ainda segundo a mesma publicação.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.