A seleção portuguesa de futebol inicia hoje a defesa do título no Euro2020, com o objetivo de superar a Hungria, 'outsider' do Grupo F, em Budapeste, antes dos embates complicados frente às favoritas Alemanha e França.

No moderno recinto da Puskás Arenas, em Budapeste, são esperados cerca de 67.000 espetadores, cerca de cinco mil dos quais portugueses, que podem vir a revelar-se um grande trunfo para o conjunto da casa, presente pela quarta vez numa fase final, repetindo 1964, 1972 e 2016, apesar do favoritismo de Portugal.

Saiba tudo sobre o Euro2020: fotos, vídeos, infografias, notícias e reportagens.

No Euro2016, as duas seleções também se encontraram na fase de grupos da competição, num jogo que terminou com um empate 3-3.

Com a baliza entregue a Rui Patrício, o quarteto defensivo deverá ser composto por Nelson Semedo, depois de João Cancelo ser excluído dos eleitos com um positivo ao novo coronavírus, Rúben Dias, Pepe e Raphaël Guerreiro, com Nuno Mendes à espreita.

Quanto aos dois médios mais defensivos, o selecionador luso poderá apostar nos mais experientes William Carvalho e João Moutinho, mas também podem jogar Rúben Neves, Palhinha e até Danilo, experimentado como central nos últimos particulares.

Mais à frente, estará, certamente, Bruno Fernandes, enquanto o ataque terá, com toda a certeza, o ‘capitão’ Cristiano Ronaldo e Bernardo Silva, mais, provavelmente, Diogo Jota, embora João Félix também seja opção a ter em conta.

Portugal, que é o detentor do troféu, integra o grupo F do Euro2020, juntamente com Hungria, Alemanha e França, tendo estreia marcada na competição para hoje, diante dos húngaros, em Budapeste, a partir das 17:00 (hora de Lisboa), um encontro que será dirigido pelo turco Cuneyt Çakir.

No outro jogo do grupo, a Alemanha, três vezes campeã da Europa, recebe a campeã do Mundo França, na Arena de Munique, e muito provavelmente perante 14.500 adeptos, num jogo agendado para as 20:00 (hora de Lisboa).

Será a reedição da meia-final de 2016, que foi favorável aos franceses, que venceram por 2-0, com dois golos do avançado Antoine Griezmann. Na final, a França foi derrotada pela seleção portuguesa, com o golo de Éder no prolongamento.

O Euro2020, que foi adiado para este ano devido à pandemia de covid-19, decorre até 11 de julho, em 11 cidades de 11 países diferentes.

Acompanhe as notícias e reportagens do Euro 2020 no Especial do SAPO Desporto

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.