A Suíça está nos quartos-de-final do Euro2020, onde vai medir forças com a Espanha, depois de bater a França no desempate por penáltis a Suíça num hino ao futebol.

Numa noite de futebol verdadeiramente épica em Bucareste (que se seguiu a uma tarde não menos memorável em Copenhaga), os helvéticos foram para o intervalo a vencer por 1-0, com um golo de Seferovic, viu Hugo Lloris evitar o 2-0 ao defender uma grande penalidade e, a partir daí que os campeões do mundo reagiram, marcando por três vezes e parecendo caminhar para o triunfo.

Só que Seferovic bisou e, em cima do minuto 90, surgiu mesmo ao 3-3. No prolongamento não houve golos e, na decisão por penáltis, a Suíça levou mesmo a melhor, acabando com o sonho dos atuais campeões do mundo.

Penálti falhado transforma jogo alucinante

A França dominou os primeiros minutos, mas sem criar real perigo, e foi a Suíça a primeira a marcar. De cabeça, Seferovic bateu Lloris pela primeira vez. E os 'Les Bleus' continuaram meio adormecidos, sem conseguir criar verdadeiras situações de golo mesmo nos minutos iniciais do segundo tempo.

Até que, em contra-ataque, a Suíça conquistou uma grande penalidade, a meio da segunda parte. Só que desperdiçou a oportunidade de fazer o 2-0, permitindo a defesa de Lloris. O lance afetou os suíços, motivou os franceses e o jogo mudou por completo.

Mbappé ficou a centímetros de marcar no lance seguinte e instantes depois Benzema empatou mesmo a partida, num lance de imensa classe. E foram precisos apenas mais dois minutos para o avançado francês bisar na partida e virar o marcador.

A perder por 2-1, a Suíça parecia baixar os braços. E tudo pareceu ficar resolvido quando Pogba, com um grande golo, fez o 3-1.

Seferovic volta a mostrar cabeça para o golo e suíços levam jogo para o prolongamento

Só que, afinal, não estava tudo resolvido e a Suíça ainda conseguiu, num último fôlego, chegar ao empate. Seferovic, outra vez de cabeça, bisou na partida e reduziu para 2-3, antes de Gavranović fazer o empate, em cima do minuto 90. Um resultado a fazer lembrar o espetacular Espanha-Croácia de horas antes, em que os croatas também recuperaram de 3-1 para 3-3 à beira do fim.

Na primeira parte do prolongamento as jogadas de perigo ocorreram junto das duas balizas, mas sem mais golos.

Mbappé falha penálti decisivo e Suíça faz a festa

Na segunda metade do tempo extra a França foi mais perigosa, dispôs de algumas ocasiões claras para marcar, mas o resultado não mexeu e a decisão seguiu mesmo para o desempate por pontapés da marca de grande penalidade.

Aí, ninguém parecia querer falhar. Os nove primeiros jogadores não perdoaram. Cinco da Suíça, quatro da França. Até que chegou a vez de Kylian Mbappé, com a responsabilidade de marcar o último penálti da primeira série de cinco. O jovem astro gaulês até rematou bem, mas Sommer voou para a sua direita, defendeu a bola e consumou a surpresa em Bucareste.

VEJA O RESUMO DO ENCONTRO

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto