A UEFA abriu um processo disciplinar à Croácia, informou hoje a federação de futebol daquele país, face à exibição no jogo diante da Letónia de uma bandeira fascista da segunda guerra mundial.

A Federação croata explica que os adeptos ergueram uma bandeira do regime de Ustase, partido nacionalista da extrema-direita que assumiu o poder em 1941, durante a segunda guerra mundial.

A Croácia está já sob a alçada da UEFA por “comportamento discriminatório” dos adeptos na Liga das Nações, em junho, nos Países Baixos.

Face a essa situação, a Federação foi proibida de vender bilhetes para o jogo que disputou na segunda-feira em casa e no qual bateu a Arménia por 1-0.

O mais recente inquérito poderá levar a UEFA a castigar a Croácia com a obrigatoriedade de receber a Turquia à porta fechada, em jogo da qualificação para o Euro2024, a disputar em 12 de outubro, em Osijek.

A Croácia lidera o seu grupo de apuramento para o Europeu, com os mesmos 10 pontos da Turquia, mas menos um jogo disputado.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.