A Comissão de Disciplina da UEFA vai examinar em 28 de outubro o caso dos incidentes racistas que ocorreram no Bulgária-Inglaterra, revelou fonte do organismo que tutela o futebol europeu à France Presse.

Foi aberto um processo disciplinar na passada terça-feira por “comportamento racista”, devido aos “cânticos e saudações nazis” dos adeptos búlgaros durante o jogo de qualificação para o Euro2020, disputado na segunda-feira, em Sófia, e que os ingleses venceram por 6-0.

O processo disciplinar abrange também “o lançamento de objetos, perturbações durante o hino nacional e as repetições no ecrã gigante”.

Alguns adeptos presentes no estádio Vassil Levski, em Sófia, dirigiram insultos aos jogadores negros da seleção de Inglaterra, o que levou à interrupção do jogo em duas ocasiões. Na terça-feira, o presidente da Federação Búlgara, Borislav Mihaylov, anunciou a sua demissão do cargo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.