Já é conhecido o onze de Portugal para a partida contra a Lituânia, do Grupo B de qualificação para o Euro 2020.

 Fernando Santos operou no total três alterações em relação à equipa inicial que apresentou no sábado em Belgrado, no triunfo por 4-2 sobre a Sérvia.

Rúben Neves aparece no lugar de Danilo, enquanto João Félix relegou Gonçalo Guedes para o banco, apesar de o avançado do Valência ter marcado nos últimos dois jogos de Portugal, com os sérvios e na final da Liga das Nações, face à Holanda.

Como era esperado, João Cancelo vai ocupar o lado direito da defesa lusa, em detrimento de Nelson Semedo, que saiu lesionado do duelo em Belgrado e ficou fora dos 23 para o jogo.

Na baliza vai estar o guarda-redes Rui Patrício, atrás de uma defesa formada por Cancelo, à direita, Rúben Dias e José Fonte, que voltam a fazer dupla no centro, e Raphäel Guerreiro, que será o lateral esquerdo.

No que promete ser um 4-4-2, em detrimento do 4-3-3 utilizado frente à Sérvia, William Carvalho e Rúben Neves deverão fechar o meio-campo, com Bernardo Silva e Bruno Fernandes mais descaídos para as laterais, no apoio a João Félix e Ronaldo.

Félix vai somar a terceira internacionalização por Portugal, segunda como titular, enquanto Ronaldo irá fazer o 160.º encontro com a camisola das ‘quinas' e, se marcar, torna-se o segundo jogador da história a chegar aos 90 golos por seleções.

Onze de Portugal: Rui Patrício; João Cancelo, Rúben Dias, José Fonte, Raphael Guerreiro; Rúben Neves, William Carvalho, Bruno Fernandes; Bernardo Silva, João Félix e Ronaldo.

Onze da Lituânia: Setkus; Mikoliunas, Palionis, Girdvainis e Andriuskevicius; Simkus, Slivka, Vorobjovas, Kuklys e Verbickas; Laukzemis.

Portugal procura hoje reforçar o segundo lugar do Grupo B de qualificação para o Euro2020 e aproximar-se da líder Ucrânia, na deslocação a Vilnius, para defrontar a Lituânia, última classificada do agrupamento.

Uma vitória no primeiro confronto oficial de sempre com os lituanos e um ‘tropeção' da Sérvia no Luxemburgo, num encontro que se também se realiza hoje, deixará a seleção nacional com a qualificação praticamente no ‘bolso' e com plenas hipóteses de ainda chegar ao primeiro lugar.

O jogo de hoje será o primeiro de sempre da seleção lusa na Lituânia, num historial que inclui dois particulares, realizados em 2000 (5-1 em Viseu) e em 2004 (4-1 em Setúbal).

O Grupo B é liderado pela Ucrânia (13 pontos, em cinco jogos), seguida por Portugal (cinco em três), Luxemburgo (quatro, em quatro), Sérvia (quatro, em quatro) e Lituânia (um, em quatro).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.