Paulo Oliveira foi chamado por Fernando Santos para substituir o lesionado Bruno Alves. Foi a segunda vez que foi chamado à seleção principal, a primeira para jogos oficiais, e assumiu que foi apanhado de surpresa com a repentina convocatória.

" À espera não [estava], não fui convocado na principal chamada, estava a caminho do estádio para ver o jogo e foi uma grande surpresa e estou muito feliz de estar aqui. A motivação dos jogadores neste nível está sempre no ‘top’, é um orgulho para todos nós estar aqui a representar a nossa seleção" explicou.

O futebolista de 23 anos reiterou que "o foco e mentalidade tem de estar em vencer" a Albânia, salientando no entanto o facto de os albaneses ainda não terem qualquer derrota na fase de qualificação.

"A Albânia é uma equipa complicada, ainda não perdeu, mas a seleção nacional confia nas suas qualidades. Isso é muito importante, temos de entrar focados no objetivo e só assim conseguiremos um bom resultado", assumiu.

Paulo Oliveira espera "continuar a ser opção" na seleção principal, "objetivo de todo o jogador profissional" para que "a seleção saia valorizada e consiga os seus objetivos".

Portugal viajou para a Albânia, onde na segunda-feira defronta a seleção local, em Elbasan, em jogo do Grupo I de qualificação para o Europeu de 2016.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.