O defesa Gonçalo e o extremo Tijane, integrados no estágio da seleção portuguesa de futebol sub-21, em Rio Maior, mas ainda sem internacionalizações, desejam «mostrar qualidade» e «ganhar a confiança dos técnicos».

«Estou neste estágio com um sentimento de felicidade e com o orgulho de estar entre este lote de jogadores. Não sei se estarei nos 23 que vão ser chamados aos jogos com a Rússia e a Albânia, mas o mais importante é estar aqui para mostrar a minha qualidade e capacidades», disse o defesa central Gonçalo, emprestado este ano ao Atlético pelo Vitória de Guimarães.

Citado pelo sítio da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), o extremo Tijane, que já representou Benfica, Mirandela e Desportivo de Chaves, também se mostrou confiante e elogiou o grupo de trabalho orientado por Rui Jorge.

«Ainda não estou a pensar nos dois jogos, com a Rússia e a Albânia. Espero, em primeiro lugar, ficar entre o grupo de jogadores que vão ser convocados para as partidas. Estou a trabalhar muito para que isso aconteça e para ganhar a confiança da equipa técnica», afirmou.

Portugal ocupa a segunda posição no Grupo 6 de apuramento para o Europeu Israel2013, com oito pontos, menos quatro do que a Rússia, que tem menos um encontro disputado.

A “equipa das quinas” vai receber a congénere russa a 01 de junho, em Barcelos, e a Albânia, a 06 de junho, na Marinha Grande.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.