Rui Jorge enalteceu a entrega dos seus jogadores na derrota por 3-1 frente a Espanha, mas sublinhou que o resultado não espelhou o que aconteceu no relvado. Na zona de entrevistas rápidas, o técnico dos sub-21 de Portugal garante que a equipa vai lutar pelo apuramento no derradeiro jogo, sabendo que não depende de si.

Análise ao jogo: "Duas excelentes equipas, perdemos com uma grande equipa, num jogo muito, muito bom, mas perdemos. A Espanha está nas meias-finais e nós vamos lutar por isso. Mas sinto-me satisfeito pela prestação, não pelo resultado, mas temos a consciência que fizemos tudo. Acho uma tremenda injustiça o resultado".

Remate de Podence ao poste: "Voltámos a ter bola ao poste logo no início, que podia alterar o jogo. Nós tentamos pressionar alto desde o primeiro minuto, a Espanha não conseguiu jogar o que normalmente joga, mas não deixando de ter a sua qualidade e a sua eficácia".

Defrontar jogadores do Real Madrid, Barça e Atlético Madrid: "Os nossos não jogam, mas é uma questão de oportunidade. O que se viu foi um grande jogo de futebol, ao mais alto nível. Duas grandes equipas, lutamos até ao último segundo, acabamos por sofrer um golo no fim que penaliza ainda mais, mas faz parte da nossa vontade de vencer, de arriscar tudo".

Mexidas: "Fomos à procura de vencer, a perder por 2-1 tentamos empatar, nunca baixamos os braços. É lógico que os jogadores estão tristes, mas a nossa vida é esta".

Quase seis anos depois da última derrota em jogos oficiais, Portugal voltou a ser derrotado. Frente à Espanha, a equipa orientada por Rui Jorge perdeu por 3-1 com golos de Saúl Niguez, Sandro Ramires e Iñaki Williams enquanto Bruma marcou para Portugal.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.