Quase dois anos depois, a odisseia vitoriosa da seleção portuguesa de sub-21 rumo ao Europeu está prestes a chegar ao fim. Pela frente está apenas a final do Campeonato da Europa diante da Suécia, contra quem até já mediu forças nesta competição, registando um empate (1-1) no terceiro e último jogo da fase de grupos.

E se a final pode ser o epílogo de sonho para a equipa comandada por Rui Jorge, é importante recuar no tempo e ver como nada do que está a acontecer é obra do acaso.

De facto, Portugal não sofreu qualquer derrota nos oito jogos da fase de apuramento, nos dois encontros do playoff ou nos quatro embates já realizados no Europeu. Ou seja, a seleção sub-21 segue invicta após 14 desafios oficiais disputados desde 5 de setembro de 2013. Os números vão ainda mais longe e mostram uma seleção forjada pela ambição, com 12 vitórias e somente dois empates.

Portugal foi a única seleção deste escalão a completar a fase de apuramento para o Europeu só com triunfos. Foram oito em outros tantos jogos perante as congéneres Israel, Noruega, Azerbaijão e Macedónia. Depois seguiu-se a Holanda no playoff e nova jornada vitoriosa em dose dupla (2-0 e 5-4).

Já na República Checa, onde decorre o Europeu, a equipa das quinas deu seguimento à excelente campanha. Com a inspiração de um coletivo sólido e equilibrado, no qual Bernardo Silva e William Carvalho se afirmam como as grandes estrelas, Rui Jorge viu a equipa registar duas vitórias e dois empates, sendo que, curiosamente, uma dessas igualdades foi contra o rival desta noite (19h45).

No jogo da terceira ronda da fase de grupos, portugueses e suecos empataram a um golo, num resultado que serviu às duas equipas para seguirem em frente para as meias-finais. Portugal até esteve a ganhar, graças a um golo de Gonçalo Paciência, mas consentiu o tento de Tibbling em cima do apito final.

Desta feita, todas as vozes lusas lembram o adágio "as finais não se jogam, ganham-se". Numa partida onde o empate já não serve, a equipa de Rui Jorge precisa apenas de ser igual a si própria e fiel ao que foi nestes últimos dois anos. E a cereja em cima do bolo, com a inédita conquista do título europeu de sub-21, estará assim mais perto de ser real…

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.