A Espanha chega, pela terceira vez consecutiva, a uma final de um torneio de seleções, depois de Euro2008 e Mundial2010, onde se sagrou campeã. A formação orientada por Vicente del Bosque terá a Itália como adversária no Estádio Olímpico de Kiev, na Ucrânia.

Na véspera da final, eram poucos os adeptos que passeavam no centro da cidade ucraniana. Os que lá estavam reconheceram as dificuldades na caminha até à final da "Furia Roja". Os adeptos espanhóis afirmaram que o encontro com Portugal foi o mais difícil de todo o torneio, que teve de ser resolvido na lotaria das grandes penalidades em Donetsk, destacando também o desafio com a Croácia, ainda na fase de grupos.

Um casal de Ibiza afirmou ao SAPO Desporto que gastou cerca de 300 euros para estar presente na final de Kiev, entre bilhetes, viagens e estadia.

Para o desafio da grande final, que se disputará, este domingo, os espanhóis esperam um jogo «bonito mas difícil, porque são duas equipas que gostam de jogar futebol. Perder com Itália ou Portugal, por serem povos irmãos, não há problema. Tem de haver um vencedor», disse um apoiante da "Furia Roja".

A partir das 19h45 a Itália entra em campo com menos a perder contra uma Espanha que tem a obrigação d defender o titulo e fazer historia ao tentar conquistar o terceiro titulo consecutivo.

Veja aqui a reportagem.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.