A Federação Inglesa de Futebol multou hoje o Manchester City pelo mau comportamento e por ser incapaz de controlar os seus jogadores, durante a partida da Taça de Inglaterra contra o Wigan Athletic.

O Manchester City recebeu uma multa de 56 mil euros pela confusão originada pouco antes do intervalo do jogo, após a expulsão do defesa Fabian Delph.

O árbitro da partida, Antony Taylor, mostrou cartão vermelho direto ao jogador do City, por uma dura entrada sobre Max Power.

“O Manchester City foi sancionado com 50 mil libras [56 mil euros] depois de aceitar a acusação de ser incapaz de controlar os seus jogadores. O incidente ocorreu numa eliminatória da Taça de Inglaterra, no mês passado contra o Wigan Atletic”, informou hoje, em comunicado, o órgão máximo do futebol inglês.

O treinador Pep Guardiola também se envolveu na confusão, discutindo com o treinador da equipa adversária, inicialmente na zona técnica e depois no túnel de acesso aos balneários.

O Manchester City, líder da 'Premier League', perdeu por 1-0 no DW Stadium em Wigan e foi eliminado da Taça de Inglaterra, na quinta ronda.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.