O Wycombe, formação que ocupa o último lugar do Championship, deu algumas dores de cabeça ao Tottenham de Mourinho, no encontro desta segunda-feira para a Taça de Inglaterra.

A equipa do segundo escalão do futebol inglês esteve mesmo em vantagem, graças a um golo de Fred Onyedinma, aos 25 minutos, mas os 'spurs' conseguiram dar a volta e vencer por 4-1, seguindo em frente na competição.

No final da partida, a imprensa inglesa quis brincar com o facto de o treinador do Wycombe ser vocalista de uma banda de rock e desafiou Mourinho a juntar-se ao grupo do técnico rival - os Cold Blooded Hearts.

"Uma coisa é o treinador, outra é o homem. O treinador é bom. Só consegues ficar num clube tanto tempo, jogar em tantas divisões, ser promovido, se fores bom. Sabe o que quer e a equipa joga da forma que ele pretende. E depois há o homem. Ele deve ser alguém que aprecia a sua vida. Parece ser um tipo feliz e se para seres feliz tem de fazer parte de uma banda, cantar e fazer parte do maravilhoso mundo da música, então apenas tem de continuar. Lembro-me de terem dito que por ter um penteado diferente iria ser visto como um bom treinador. Mas não tem nada a ver com isso. Vejam o Guardiola, nem tem cabelo! O meu é sempre o mesmo, clássico, preto e branco... E ele tem este estilo rockeiro, fantástico. Quanto a cantar... lamento mas não posso, porque iria destruir as suas músicas", respondeu o treinador português.

A resposta de Ainsworth surgiu minutos depois: "Ele disse que poderia não ser capaz de cantar, mas tenho a certeza que se safaria na pandeireta. É uma pessoa de topo e um fantástico treinador. Mostrou muito respeito por nós hoje e estou honrado por ter estado contra ele esta noite."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.