A seleção italiana de futebol feminino somou hoje a segunda vitória em dois jogos na 28.ª edição da Algarve Cup, ao bater a congénere da Noruega (2-1), no Estádio Algarve, apurando-se para a final do torneio.

Com golos de Valentina Giacinti (10 minutos) e Arianna Caruso (28), que tiveram resposta de Celin Ildhusoy (45+3), a Itália confirmou a sua segunda presença seguida em finais da competição, embora a de 2020 não tenha sido disputada.

O jogo com a Alemanha, que definiria o vencedor da anterior edição da Algarve Cup (em 2021 não se realizou), foi na altura cancelado devido à necessidade de as italianas partirem para o seu país, prestes a fechar o seu espaço aéreo no início da pandemia de covid-19.

A Itália, com seis pontos, fica agora à espera do outro finalista para o encontro da próxima quarta-feira, no Municipal de Lagos, a conhecer após o Portugal-Suécia, que se joga ainda hoje, às 17:05, no Estádio Algarve.

Com Portugal e Suécia empatados em pontos (três), bastará o empate às escandinavas, que ainda não se estrearam na Algarve Cup mas têm melhor diferença de golos, depois de lhes terem sido atribuídos três pontos e vitória por 3-0 relativos ao jogo com a Dinamarca, a qual abandonou o torneio devido a um surto de covid-19.

Ao cabo de 10 minutos equilibrados e sem momentos de perigo, as italianas, que vinham de um triunfo sobre a Dinamarca (1-0), colocaram-se na frente do marcador, no primeiro remate da partida: Valentina Giacinti respondeu bem de primeira, à meia volta, com o pé direito, a um cruzamento da direita de Barbara Bonansea.

O jogo prosseguiu sem grandes mudanças, com a Itália a revelar-se muito eficaz ao aumentar a diferença no seu segundo remate, perto da meia hora: a 'capitã' Cristiana Girelli descobriu a média Arianna Caruso dentro da área, que rodopiou e atirou a contar.

Só no último quarto de hora é que a Noruega (batida por Portugal por 2-0 na quarta-feira), mais pressionante, conseguiu incomodar a defensiva italiana, primeiro numa ameaça de Frida Maanum (38) e, já nos descontos, com o golo de Celin Ildhusoy (45+3), que surgiu isolada após contra-ataque e não desperdiçou.

No segundo tempo, as nórdicas (15.ªs do 'ranking' mundial) continuaram a ter mais bola, sentindo, porém, bastantes dificuldades em visar a baliza da Itália (12.ª), que podia ter aumentado a vantagem aos 59 minutos, com Giacinti, em boa posição na área, a atirar fraco e à figura.

Nas duas únicas ameaças norueguesas, Frida Maanum atirou às malhas laterais e Guro Reiten, após contra-ataque, obrigou a guardiã italiana a esticar-se para defender para canto.

As italianas baixaram as suas linhas, face à pressão final da Noruega, e garantiram a vitória e o acesso, muito festejado no relvado, à final da Algarve Cup.

Ficha de jogo

Jogo no Estádio Algarve.

Itália – Noruega: 2-1.

Ao intervalo: 2-1.

Marcadoras:

1-0, Valentina Giacinti, 10 minutos.

2-0, Arianna Caruso, 28.

2-1, Celin Ildhusoy, 45+3.

Equipas:

- Itália: Francesca Durante, Martina Lenzini (Angelica Soffia, 70), Benedetta Orsi, Elena Linari, Lisa Boattin (Lucia di Guglielmo, 46), Manuela Giugliano (Martina Rosucci, 78), Aurora Galli (Valentina Cernoia, 58), Arianna Caruso, Barbara Bonansea (Annamaria Serturini, 78), Valentina Giacinti e Cristiana Girelli (Valentina Bergamaschi, 58).

(Suplentes: Laura Giuliani, Rachele Baldi, Valentina Bergamaschi, Sara Gama, Alia Guagni, Martina Rosucci, Lucia di Guglielmo, Flaminia Simonetti, Annamaria Serturini, Benedetta Glionna, Angelica Soffia e Valentina Cernoia).

Selecionadora: Milena Bertolini.

- Noruega: Cecilie Fiskerstrand, Tuva Hansen, Guro Bergsvand, Maria Thorisdottir (Anja Sonstevold, 24), Synne Hansen (Elisabeth Terland, 46), Vilde Risa, Ingrid Engen, Amalie Eikeland (Elise Thorsnes, 78), Frida Maanum, Guro Reiten e Celin Ildhusoy.

(Suplentes: Aurora Mikalsen, Sunniva Skoglund, Anja Sonstevold, Julie Blakstad, Vilde Hasund, Lisa Naalsund, Elise Thorsnes, Elisabeth Terland, Emilie Haavi, Karina Saevik, Emilie Bragstad e Johanne Fridlund).

Selecionador: Martin Sjogren.

Árbitro: Maria Rivet (Mauritânia).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Aurora Galli (54), Elisabeth Terland (57), Valentina Cernoia (61) e Guro Reiten (88).

Assistência: Cerca de 200 espetadores.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.