As campeãs portuguesas de futebol feminino do Benfica foram hoje recebidas pelo presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas, que enalteceu a revalidação do título e a importância do trabalho feito pelas jogadoras.

Carlos Moedas, que falava durante a receção à comitiva do Benfica, que conquistou o bicampeonato no passado domingo, 08 de maio, depois de vencer o Sporting, por 3-1, realçou a importância da diversidade e a conquista do bicampeonato.

“Obrigado a toda a equipa. É uma alegria e um privilégio em recebê-las aqui. Este é um local cheio de história. A história do Benfica cruza-se com a história da democracia. A vossa vitória é a vitória de uma geração e do vosso emblema. A força da diversidade e da multiculturalidade que vocês representam”, afirmou Moedas fazendo a analogia entre o símbolo do Benfica e o dos Estados Unidos da América: a águia.

Para o autarca este é um passo importante para o crescimento do futebol feminino em Portugal.

“Vocês são pioneiras e isso é ter uma responsabilidade enorme. São pioneiras de uma geração que vai mudar tudo. Vocês estão a levar o futebol para outro patamar. Daqui uns anos o futebol feminino vai ser muito maior”, asseverou.

A comitiva ‘encarnada’ chegou aos paços do concelho pelas 18:30 horas. Algumas dezenas de adeptos receberam efusivamente as bicampeãs nacionais. As jogadoras, juntamente com toda a equipa técnica, o staff e a direção do Benfica, liderada pelo presidente Rui Costa, subiram ao Salão Nobre. Aí, o líder das ‘águias’ relembrou a recente presença aquando da receção à dos campeões europeus da Youth League.

“É a segunda vez numa semana que nos recebe. Vai ter de levar connosco mais vezes. É um dos nossos grandes objetivos. Este projeto tem quatro anos, onde começámos na II divisão. Desde então conquistamos dois campeonatos e o terceiro fugiu-nos por causa da covid-19, quando liderávamos o campeonato”, começou por dizer.

Para Rui Costa, o Benfica está a trabalhar fortemente no desenvolvimento do desporto feminino e pretende continuar a traçar esse caminho.

“Enquanto maior instituição do país temos tido atenção ao desporto feminino. Enquanto presidente tenho o orgulho de presidir ao único clube que tem seis modalidades femininas. Temos ainda o projeto olímpico e o râguebi. Pretendemos crescer na igualdade de género”, defendeu.

No final dos discursos, a equipa do Benfica ofereceu uma camisola autografada por todas as jogadoras e uma réplica de prata do Estádio da Luz. Por sua vez, a Câmara de Lisboa deu a toda a comitiva uma imagem de Santo António, padroeiro da cidade.

Sílvia Rebelo, capitã do Benfica, pegou então no troféu de campeão nacional, dirigiu-se à varanda e exibiu-o aos adeptos que se encontravam no exterior.

Quando faltam ainda duas jornadas para acabar o campeonato, o Benfica soma 36 pontos, mais nove que o Sporting, segundo classificado. As próximas adversárias das ‘encarnadas’ são Famalicão, finalista da Taça de Portugal, onde medirá forças com as ‘leoas’ a 28 de maio, e o Vilaverdense, na ronda de encerramento.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.