O guarda-redes suplente do Sutton United, Wayne Shaw, abandonou hoje o clube depois de ter comido uma tarte durante o jogo da Taça de Inglaterra com o Arsenal, que os ‘gunners’ venceram.

Em causa está um alegado ‘truque’ relacionado com a companhia de apostas Sun Bet, associada ao jornal britânico The Sun, que patrocinou o clube amador, do quinto escalão inglês, na partida com os londrinos e que terminou 2-0 para os primodivisionários.

A empresa tinha criado uma aposta relacionada com Shaw, que envolvia a ingestão de uma tarte de carne durante o jogo, o que acabou por acontecer na segunda parte.

“O Wayne entregou a sua carta de demissão esta tarde e ela foi aceite”, disse o treinador do clube, Paul Doswell, à Sky News, considerando este “um fim triste para uma história muito boa”.

O jogador tinha dito à imprensa inglesa que decidiu dar à empresa “um pouco de brincadeira” com a aposta, mas a entidade que regula as apostas comerciais em Inglaterra, bem como a associação de futebol do país (FA), decidiram investigar o incidente.

As regras da FA proíbem jogadores de apostar em qualquer “ocorrência” durante um jogo, embora o incidente tenha ocorrido fora do campo, sem que haja ainda nenhuma indicação de que o guarda-redes tenha beneficiado diretamente da ação.

“A integridade no desporto não é uma piada”, comentou o diretor da Comissão de Apostas, Richard Watson, que explicou que o organismo vai “investigar qualquer irregularidade e perceber se o operador cumpriu as regras de integridade previstas na licença”.

“O jogador tornou-se uma estrela global por pesar quase 150 quilos. Aproveitou isso para ter mais cobertura mediática, e penso que não nos divulga na melhor luz”, explicou Doswell.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.