Os árbitros vão boicotar os jogos do campeonato de futebol da Albânia até que se sintam “em segurança”, na sequência da agressão a um juiz no fim de semana passado, anunciou hoje o organismo representativo do setor.

“Chocados com a extrema violência usada contra o árbitro Eldorjan Hamiti, em Kamza, tomámos a decisão de boicotar os jogos a nível nacional. Voltaremos a arbitrar quando nos sentirmos em segurança, a polícia regresse aos estádios e os autores destes atos violentos sejam condenados”, indica um comunicado assinado pela União dos Árbitros de Futebol da Albânia, no qual condena a lei que encarrega os clubes de assegurarem as condições de segurança nos próprios estádios.

O Kamza, último classificado do campeonato albanês de futebol, foi castigado na quarta-feira com a despromoção ao terceiro escalão, após dirigentes e adeptos do clube terem agredido o árbitro na última jornada.

No final do empate caseiro com o Laci (1-1), num encontro em que a equipa visitante chegou à igualdade já em tempo de compensação, de grande penalidade, adeptos do Kamza rodearam e agrediram o árbitro Eldorjan Hamiti, tendo-se juntado às agressões alguns dirigentes do clube.

Além da despromoção, o Kamza foi desclassificado do campeonato desta época e tem de pagar uma multa de um milhão de leques (cerca de oito mil euros). Três dirigentes do clube foram afastados de todas as atividades ligadas ao desporto nos próximos três anos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.