A Austrália, detentora do título, tornou-se hoje a 13.ª seleção a garantir um lugar nos oitavos de final da Taça da Ásia em futebol, a decorrer nos Emirados Árabes Unidos, ao vencer a Síria por 3-2.

Os vencedores da edição de 2015, como anfitriões, garantiram o segundo lugar do Grupo B, com seis pontos, atrás da já apurada Jordânia, que acabou com sete, depois de empatarem a zero com a Palestina.

Os palestinianos fecharam no terceiro posto do agrupamento, com dois pontos (0-3 em golos), e ainda podem ser um dos quatro melhores terceiros, enquanto a Síria fechou no quarto posto, com um ponto, e está eliminada.

Em Al Ain, a Austrália, que só precisava do empate para se qualificar, chegou ao triunfo nos descontos, aos 90+3 minutos, com um tento de Tomas Rogic.

Os ‘cangurus’ já tinham estado duas vezes em vantagem, com tentos de Awer Mabil, aos 41 minutos, e Chris Ikonomidis, aos 54, mas os sírios conseguiram ripostar, por Omar Khrbin, aos 43, e Omar Al Soma, aos 80, de grande penalidade.

No outro jogo da terceira e última jornada do Grupo B, em Abu Dhabi, a Palestina manteve-se ‘viva’ na competição com um ‘nulo’ face à Jordânia, que nas duas primeiras rondas tinha batido Austrália (1-0) e Síria (2-0).

Além de Austrália e Jordânia, já estão nos ‘oitavos’ os Emirados Árabes Unidos, a Tailândia, o Bahrain, a China, a Coreia do Sul, de Paulo Bento, o Irão, de Carlos Queiroz, o Iraque, o Qatar, a Arábia Saudita, o Uzbequistão e o Japão.

Reforço Costinha "de alma e coração" para ajudar Desportivo de Chaves

O médio Costinha, reforço do Desportivo de Chaves para as próximas duas épocas e meia, contratado ao Vitória de Setúbal, assegurou hoje estar "de alma e coração" para ajudar o 17.º classificado da I Liga portuguesa de futebol.

O quarto reforço do mercado de inverno do emblema transmontano agradeceu "o apoio e a confiança depositada", em declarações prestadas ao canal oficial do clube.

"Venho de alma e coração para ajudar este clube e região. O que posso prometer é que vou dar sempre o máximo”, disse o jogador de 26 anos, que foi hoje anunciado como reforço dos flavienses até final da temporada 2020/2021.

Costinha deixou o Vitória de Setúbal, clube pelo qual se estreou no escalão máximo do futebol português na temporada 2015/2016.

Enquanto sénior, o médio representou ainda Sertanense, Tocha e Lusitano, em Portugal, e Fredericia, na Dinamarca.

O Desportivo de Chaves garantiu o quarto reforço no mercado de inverno para a equipa às ordens de Tiago Fernandes, depois de já ter contratado os extremos Luther Singh, sul-africano emprestado pelo Sporting de Braga, e Rúben Macedo, português emprestado pelo FC Porto, e o defesa sérvio Nemanja Calasan, ex-Spartak Subotica.

Em sentido inverso, o Desportivo de Chaves perdeu o defesa central brasileiro Marcão, vendido ao Galatasaray, da Turquia, e rescindiu "por mútuo acordo" com o defesa português Filipe Brigues e o atacante georgiano Avto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.